VISITE NOSSA LOJA VIRTUAL Loja Virtual de Piscina Loja Virtual de Piscina

Piscinas em casa são ótimas opções de lazer para reunir a família e os amigos, na mesma proporção que hotéis, clubes e resorts agregam muito valor aos seus estabelecimentos por meio desse refrescante atrativo. Porém, é preciso conservá-la para que ela não se torne um problema. O vazamento em piscina de azulejo tende a ser um ponto que precisa de atenção quando há suspeita de que isso esteja acontecendo.

A questão é: como identificar um vazamento em piscina de azulejo e, principalmente, como resolvê-lo? Neste artigo, vamos ajudar você a identificar, encontrar e resolver esse problema. Acompanhe!

Tenha certeza de que o vazamento está acontecendo

Antes de buscar uma solução para os vazamentos na piscina, tenha certeza de que ela realmente está vazando. É preciso considerar que, muitas vezes, o que consideramos um vazamento na piscina de azulejo é, na verdade, o processo natural da água baixar um pouco e gradativamente.

Nesses casos, o que ocorre é a evaporação natural da água, que pode ser estimulada por uma série de fatores, como o calor e outras condições climáticas, além de fatores indiretos, como:

  • dias muito secos;
  • agitação anormal da água, normalmente causada por cascatas ou as bordas infinitas;
  • aquecimento da água;
  • manutenção da piscina — caso, por exemplo, da limpeza do filtro de areia.

Vale considerar que a evaporação natural ocorre em uma proporção média de 3 mm por dia. Mais do que isso podemos já considerar a hipótese de ter um vazamento na piscina de azulejo ou de fibra.

Para saber a quantidade de água perdida, você pode solicitar a ajuda de um profissional ou realizar diversos testes caseiros antes de contar com um serviço especializado.

Saiba como identificar onde estão os vazamentos na piscina

Os vazamentos podem acontecer por diversas razões e em todos os tipos de piscina. Sendo de alvenaria, de fibra, revestida em fibra ou vinil, o ambiente de lazer pode apresentar problemas que levam a esse escape difícil de identificar.

Por isso, é importante descobrir onde está acontecendo o vazamento: nos equipamentos, nas paredes da piscina ou no fundo. Comece o trabalho observando o que acontece com o nível de água, tendo o maquinário desligado e em funcionamento.

Se na casa de máquinas tudo estiver funcionando perfeitamente, você pode observar possíveis danos na estrutura da piscina. Rachaduras, azulejos soltos e bolhas na estrutura são alguns pontos possíveis para o vazamento.

Identificar se o escape da água está acontecendo nesses pontos observados também é fácil: basta deixar que a piscina perca água e controlar a perda todos os dias. Se ela parar de vazar no ponto suspeito, é sinal de que ali está o problema.

Nas piscinas que têm iluminação, canos, retornos, grelhas de sucção, hidromassagem, aquecedor e outros recursos, o vazamento pode acontecer nesses locais. É muito comum que esse problema aconteça ali e também torna mais fácil identificar o vazamento, já que a água baixará até o nível onde eles se encontram.

Outras medidas podem ser adotadas para ter a certeza de que ocorre um vazamento na piscina de azulejo — e também de outros materiais. Entre as principais, destacamos:

  • use uma fita crepe para marcar o nível de água e, no dia seguinte, verifique o quanto foi reduzido. Lembre-se da média de 3 mm ao dia e, se passar disso, pode ter algum problema não identificado de vazamento;
  • um balde com água costuma ser eficiente também. Para isso, basta posicioná-lo na escada, mantendo o nível de água (dentro e fora) igualado. Se, no dia seguinte, o nível da piscina estiver menor, pode significar algum tipo de vazamento;
  • a umidade ao redor da piscina é outro indicativo. Tenha o hábito de perceber se há excesso na área externa, podendo indicar de onde a água está sendo perdida.

Atenção, apenas, para não realizar esses testes em dias de chuva — caso a piscina fique em áreas descobertas — pois isso vai interferir na precisão dos seus experimentos.

Experimente o teste da tinta

Caso você tenha seguido os passos anteriores, mas sem sucesso em descobrir de onde vem o vazamento na piscina de azulejo, não desanime: o teste com tinta costuma ser eficaz.

Pegue um pouco de corante alimentício ou tinta especializada para essa finalidade (em lojas de equipamentos para piscina) e aplique-o em uma seringa. Em seguida, despeje o conteúdo em áreas com fortes indícios de vazamento. Por exemplo:

  • ao despejar na saída da bomba ou no skimmer, verifique se a tinta foi “sugada” diretamente para dentro do encanamento;
  • aproxime-se da iluminação — se tiver — e repita o procedimento. Caso a tinta seja absorvida por ali, seu vazamento também pode estar naquele local.

Deu para entender a lógica do procedimento? Só que é importante salientar que todos esses processos de observação não substituem o olhar de um profissional. Porém, podem ajudar em seu trabalho e reduzir o tempo de avaliação da piscina.

Com isso, o problema do vazamento será resolvido mais rapidamente, evitando o desperdício. Sem falar que os profissionais fazem testes aprofundados que podem incluir, além da observação, o uso de aparelhos de ultrassom, ar pressurizado ou outros necessários para diagnosticar o vazamento segundo cada suspeita.

Conheça os vazamentos mais comuns em 4 tipos de piscinas

A seguir destacamos os modelos mais populares de piscinas, e os grandes problemas relacionados a vazamentos dos quais eles estão sujeitos. Confira:

Piscinas de alvenaria (azulejo ou pastilhas)

A falta de impermeabilização é um dos principais fatores causadores de vazamento nas piscinas de alvenaria. A microporosidade pode ser a razão da perda de água e o problema é que ela é mais difícil de ser identificada.

Por isso, é importante ter muita atenção na construção desse tipo de piscina e buscar por um profissional que possa realizar um projeto completo e bem feito.

Mas, o vazamento também pode ser causado por danos no revestimento, e a solução para esses casos pode ser a cristalização das fissuras, a impermeabilização do revestimento ou a substituição por um tanque de fibra ou bolsão de vinil.

Piscinas de fibra

Os vazamentos em piscinas de fibra podem ser originados por danos na estrutura, causados pelo ressecamento do material ou assentamento mal feito, o que causa bolsões de ar que deformam a piscina.

Acontece que os vazamentos também podem ter origem na má aplicação das camadas de fibra, o que deixa bolhas na sua estrutura. Uma boa maneira de identificar o problema é por meio da aplicação da fita crepe, que descrevemos anteriormente. Então, você pode seguir para a etapa do reparo assim que identificado o vazamento.

O reparo das bolhas é realizado com o lixamento do local e reaplicação de fibra com cola. Já para o caso de rachaduras ou partes ocas, é preciso recorrer ao serviço especializado para avaliação da gravidade do problema.

Piscinas revestidas em fibra

A má aplicação da fibra nas piscinas revestidas também causa bolhas que levam a vazamentos. O aquecimento da manta e a falta de atenção aos cantos e às quinas também podem trazer problemas futuros.

Mais uma vez, é preciso que a instalação seja feita por profissionais qualificados para evitar esses erros. Os reparos também são feitos com nova aplicação de fibra nos locais de vazamento.

Piscinas de vinil

No caso das piscinas de vinil, o vazamento pode ter diversas origens, que vão desde a má fabricação do material, pedras ou qualquer outro elemento danoso embaixo do vinil, má fixação, até o fim da vida útil do material, que fica ressecado.

Problemas pontuais de vazamentos são solucionados com reparos no material. Porém, caso a piscina toda já esteja apresentando problemas, o ideal é trocar o vinil ou então substituí-lo por fibra.

Entenda a importância da impermeabilização em piscinas

Muitas pessoas não se dão conta da relevância desse procedimento. Ou, quando se rendem em impermeabilizar a piscina, acabam optando pelo uso inadequado de materiais ou mesmo na execução pouco eficaz dessa atividade.

Em resumo: a impermeabilização não se limita ao apelo estético dela, mas em reforçar a estrutura e a segurança do conjunto. Quando ocorre algum tipo de infiltração, os processos corrosivos no interior podem ser de grande prejuízo para a sua piscina e o seu investimento.

É inegável o peso disso para dar início a um vazamento na piscina de azulejo que vai sair mais trabalhoso e custoso, no fim das contas. Certifique-se, portanto, de que a impermeabilização não será uma atividade negligenciada por você ou por sua equipe.

Não dispense o apoio profissional

Embora identificar e solucionar problemas de vazamentos na piscina não seja muito complicado em alguns casos, não dispense uma visita técnica de profissionais. Eles ajudarão muito observando cada detalhe, seus equipamentos e estrutura, para apresentar um diagnóstico.

O reparo feito por profissionais também oferece qualidade superior e você ainda tem a garantia do serviço. Então, é importante aprender e conhecer, mas recorra ao serviço profissional também, pois qualquer tipo de vazamento na piscina de azulejo pode trazer danos maiores, como o comprometimento de construções, caso a unidade chegue até elas.

E então, deu para compreender agora os caminhos mais eficientes para identificar um vazamento em piscina de azulejo? Para que a sua equipe também fique ciente disso, aproveite para compartilhar este post nas suas redes sociais e marque os companheiros de profissão que também vão apreciar as dicas expostas neste artigo!

POSTS RELACIONADOS


Share This