VISITE NOSSA LOJA VIRTUAL Loja Virtual de Piscina Loja Virtual de Piscina

Dias quentes e de sol pedem um mergulho em uma piscina refrescante, não é mesmo? Agora, para melhor aproveitar esse momento em casa, é essencial que a água esteja tratada e a superfície, fundo e paredes da piscina estejam limpos. Para isso, uma etapa imprescindível da manutenção é a aspiração de piscina, que é responsável por eliminar todo o resíduo decantado depositado no fundo e que deixa aquele aspecto de sujeira.

Como é uma parte muito importante no processo de limpeza da piscina, é fundamental que você conheça exatamente o que é e como se realiza essa atividade.

Aspiração de piscina: o que é?

Aspirar a piscina é o ato de retirar todo e qualquer resíduo acumulado e que comprometa a qualidade da água. É o que garante que toda a sujeira depositada no fundo seja eliminada e não suba para a superfície, contaminando a água novamente e gerando um ciclo interminável de sujeira.

Esse processo de limpeza, que se assemelha à atividade de varrer ou aspirar o chão, por exemplo, deve ser realizado durante o tratamento da água da piscina, visando retirar toda a impureza que se acumula por causa do efeito do cloro e do decantador.

Como é feita a aspiração?

A aspiração é realizada por meio de um cabo telescópico, uma mangueira de aspiração e um carrinho. Em geral, as piscinas em residências possuem uma casa de máquinas, com uma motobomba operando a filtragem. Dessa forma, a mangueira é ligada na abertura do encanamento, de modo que a água seja aspirada por meio do carrinho, passe pela mangueira, chegue ao filtro e lá, com a ação do material filtrante, seja separada das impurezas e retorne limpa para a piscina.

Quais os modos de aspiração?

Existem dois modos de realizar a aspiração da piscina: filtrando ou drenando. A filtragem é a maneira mais recomendada para o dia a dia, pois não ocorre desperdício, uma vez que a água é separada dos resíduos de sujeira e não é jogada fora.

O processo de filtragem consiste em aspirar a água por meio do carrinho e da mangueira ligada à abertura de aspiração da piscina. Assim, a água chega ao filtro, onde, em contato com o material filtrante e a areia do filtro, os resíduos maiores ficam retidos. A água, depois, retorna à piscina, que mantém basicamente o mesmo volume de líquido durante todo o processo.

Já no processo de drenagem, em vez de a água aspirada retornar à piscina, ela acaba por ser descartada no sistema de esgoto antes mesmo de alcançar o material filtrante. Assim, todos os resíduos na água, por menores que sejam, são jogados no esgoto. Como a água aspirada não retorna para a piscina, essa tem o seu volume diminuído proporcionalmente.

Esse método de aspiração pode ser responsável por desperdiçar água e, por isso, só é recomendado em situações precisas: quando a sujeira no fundo da piscina for muito pequena e fina, sendo impossível filtrá-la, ou quando a água estiver muito suja, com resíduos em grande quantidade — uma vez que parte desses resíduos pode não ser retida no filtro e acaba por retornar para a piscina.

Há também a possibilidade de utilizar sulfato de alumínio para a decantação da piscina. Essa substância, que acumula os resíduos de sujeira em flocos que caem no fundo, é prejudicial à filtragem e não deve passar pela areia do filtro, sendo necessário, portanto, o descarte da água no momento da limpeza.

Com que frequência devo aspirar a piscina?

Com o uso do cloro, sempre haverá resíduos sendo depositados no fundo da piscina, ainda que não seja utilizado um decantador. Assim, recomenda-se a aspiração sempre que se observar o acúmulo de sujeira. Porém, caso seja utilizado o decantador, a piscina deve ser aspirada logo no dia seguinte, pois essa substância, como já mencionado, será responsável por criar flocos de sujeira que se depositam rapidamente no fundo.

Agora, de forma geral, é necessário realizar a aspiração pelo menos uma vez por semana. Sem essa frequência, a sujeira acumulada pode influenciar na eficácia do cloro na água, diminuindo o seu tempo de ação.

Como aspirar a piscina?

O processo de aspiração, embora simples, exige certa habilidade para garantir sua total eficácia. Como mencionado anteriormente, essa atividade assemelha-se ao ato de varrer ou aspirar a sujeira no chão.

Portanto, como também acontece fora da água, se os movimentos de aspiração forem muito rápidos ou bruscos, a sujeira poderá levantar e se espalhar novamente na água decantada. Nesse caso, será necessário aguardar mais algumas horas até que a sujeira volte para o fundo da piscina.

Outro ponto importante é evitar ligar a mangueira de aspiração com ar em seu interior. Ainda que existam diversos modelos de motobombas autoescorvantes — ou seja, capazes de aspirar mesmo com ar na tubulação —, é recomendável encher a mangueira de água antes de ligar o motor, de forma a diminuir a presença de bolhas de ar que podem chegar até o filtro.

Da mesma forma, o ideal é que a mangueira esteja totalmente submersa antes de ser conectada à abertura de sucção, diminuindo o risco de entrada dessas bolhas de ar.

Outra dica importante é fechar qualquer outra abertura de sucção da piscina, como as entradas localizadas no fundo. Assim, com a água sendo sugada por meio de uma única abertura, o poder de sucção do carrinho aumenta, da mesma forma que a área de sucção, diminuindo a chance de a sujeira se espalhar.

E se a piscina não tiver motobomba?

É possível realizar a chamada “aspiração por gravidade”, que consiste em iniciar o movimento de sucção de forma manual e, com a mangueira numa posição descendente — ou seja, do nível mais alto para o mais baixo —, obter a continuidade da sucção por meio da força da gravidade.

Embora útil quando não se tem um motor, como no caso de pequenas piscinas automontantes, a pressão de sucção por meio desse método, em geral, é menor do que quando realizada pela máquina.

De forma geral, como não poderia deixar de ser, o bom aproveitamento de uma piscina residencial está diretamente relacionado aos cuidados dispensados em sua manutenção, e a aspiração da piscina é uma etapa fundamental para garantir a qualidade da água.

Ainda que não seja um trabalho complexo, você também pode sempre contar com serviços profissionais, que realizam a manutenção enquanto você aproveita a diversão. Agora que já sabe da importância de se aspirar a piscina e conhece os meios para realizá-la, que tal conhecer também as vantagens de terceirizar o tratamento da piscina?

Powered by Rock Convert

POSTS RELACIONADOS


Share This