VISITE NOSSA LOJA VIRTUAL Loja Virtual de Piscina Loja Virtual de Piscina

Guia prático para escolher a sauna idealPowered by Rock Convert
como-reduzir-os-custos-com-piscinaPowered by Rock Convert

Ter uma piscina em casa ou no condomínio é uma delícia, principalmente nos dias de calor intenso. É difícil encontrar quem não curta juntar uma galera, se bronzear ou ler um livro diante de águas claras e refrescantes. No entanto, é preciso prestar atenção com relação a limpeza.

Durante a limpeza, você utiliza sulfato de alumínio na piscina? Então, pare agora! A substância não é a melhor escolha, embora seja um dos produtos mais usados quando o assunto é higienização. No entanto, esse produto pode trazer riscos à saúde, além de causar danos aos equipamentos da piscina. Portanto, o ideal é procurar outras alternativas mais eficientes. 

Quer entender agora mesmo os prejuízos do uso de sulfato de alumínio? Continue a leitura e descubra por que é melhor não usá-lo. 

Para que é utilizado e qual a sua composição?

O sulfato de alumínio é um sal gerado pela interação entre o ácido sulfúrico e o hidróxido de alumínio — sua fórmula química é Al2 (SO4)3. Ele é bastante utilizado para limpeza e tratamento de águas e piscinas, mais especificamente em situações em que há excesso de sólidos, ´podendo ser encontrado em formato de pó ou líquido (corrosivo).

A água que bebemos, por exemplo, passa por vários processos de tratamento, entre eles o processo de floculação. Para remover partículas, a água captada é levada para um setor onde são adicionadas substâncias químicas coagulantes. Essas sujeiras grudam no hidróxido de alumínio, formando flocos maiores para que possam ser filtrados. Na hora de limpar a piscina, o processo é similar.

Powered by Rock Convert

Afinal, se o sulfato é colocado na água em que bebemos, por que pode causar problemas de saúde? Muito disso se deve a uma má utilização do produto, ou seja, quando não se respeita as quantidades ideais de acordo com o volume de água.

Quais são os possíveis riscos do sulfato de alumínio na piscina?

O sulfato de alumínio é muito utilizado por ser relativamente barato, porém, não é tão prático como se imagina. Esse produto pode ser absorvido pela pele, irritar os olhos e até mesmo causar problemas respiratórios. O uso persistente e acima dos limites recomendados resulta em problemas de saúde, além disso, ele não é a melhor opção, porque causa:

  • ressecamento da pele e dermatite;
  • queimaduras nas vias respiratórias, se inalado;
  • uso inadequado, já que o formato em pó é pouco prático em termos de medição;
  • aumento de riscos de Mal de Alzheimer (o alumínio é apontado como um fator de influência).

Quais alternativas para fazer o tratamento da água?

O uso inadequado de sulfato pode não só causar problemas de saúde, como também estragar o filtro da piscina. Isso porque entra em contato com a areia do filtro, endurecendo-a e produzindo pedras que comprometem tanto a vida útil quanto a eficiência do aparelho.

Se você quer ter uma piscina saudável e limpa, deve buscar outros meios para higienizá-la. Existem produtos que podem substituir o sulfato, como os decantadores líquidos. Para ajudar você nessa tarefa, prefira um clarificante, algicida ou cloro. Procure produtos de confiança e siga à risca as orientações de cada um. 

Apesar de muito utilizado, vimos que o sulfato de alumínio na piscina não é um produto muito indicado, uma vez que gera danos à saúde dos banhistas e aos equipamentos. Por isso, procure alternativas que não gerem esse tipo de problema e evite ultrapassar as quantidades recomendadas de cada substância, além de investir sempre em equipamentos de qualidade. 

Gostou do post? Então, não deixe de curtir a nossa página no Facebook para ficar por dentro de mais novidades como essa. Até a próxima!