VISITE NOSSA LOJA VIRTUAL Loja Virtual de Piscina Loja Virtual de Piscina

como-reduzir-os-custos-com-piscina

Independentemente do modelo de sua estrutura, uma coisa é fato: para garantir que a área externa continue sempre impecável, você precisará ter um cuidado especial com a borda da piscina. A princípio, pode até parecer um detalhe irrelevante, mas, na prática, quando essa região não está devidamente higienizada, há mais chances de comprometer a purificação da água, assim como prejudicar todo o visual do fundo e das paredes. 

Inclusive, não estamos falando de qualquer faxina. Para que você consiga, de fato, acabar de vez com os resíduos do local, será preciso ter uma atenção especial — como escolher adequadamente os produtos para essa finalidade. 

Diante disso, decidimos ajudar você nessa empreitada. Neste post, mostramos o passo a passo para limpar a borda da piscina corretamente e se proteger contra uma série de problemas desagradáveis. Vamos lá?

A importância de limpar a borda da piscina

Imagine a seguinte situação. Após uma semana exaustiva, você resolve dar um mergulho na piscina. Porém, ao se aproximar da estrutura, percebe que as bordas estão sujas, com um visual nada agradável. Não há como negar que esse detalhe é capaz de influenciar em nossa vontade de utilizar a área. 

Em alguns casos, até desistimos do programa de lazer para proteger a nossa saúde e o bem-estar. E não estamos enganados: dependendo dos elementos acumulados na região, é possível que as bordas sujas colaborem para a transmissão de bactérias. 

Já em condições mais simples, esse detalhe também compromete todo o visual da piscina, que passará a transmitir uma sensação de estar inapta ao uso. Logo, para que a sua piscina permaneça completamente limpa e própria para o lazer, é necessário que a sua higienização seja composta por algumas etapas, como: 

  • remoção da sujeira e de folhas com o uso de peneira; 
  • aspiração do fundo; 
  • limpeza do filtro; 
  • escovação do fundo e das paredes; 
  • análise dos parâmetros da água; 
  • aplicação de cloro; 
  • limpeza das bordas. 

O passo a passo para limpar a borda da piscina corretamente 

Com todas essas informações em mente, chega a hora de aprender como fazer a limpeza da borda da piscina de um modo prático, acessível e eficiente. É só seguir as recomendações a seguir. 

  • Comece eliminando qualquer sujeira que estiver presente e visível no local. Esse processo pode ser feito com o uso de uma escova macia, além de um balde de água e um produto específico para essa finalidade — o chamado “limpa-bordas”.
  • No balde de água, dissolva uma porcentagem do limpa-bordas. Esse processo deve ser feito seguindo as recomendações do fabricante e sem cometer exageros. 
  • Depois, mergulhe a esponja na mistura do balde e, posteriormente, passe o acessório na borda da piscina. 
  • Lembre-se de realizar movimentos leves e circulares para não comprometer a estrutura.
  • Assim que finalizar a limpeza em toda a circunferência da estrutura, utilize um segundo balde com água limpa para remover os resíduos do produto. É importante jamais utilizar a água da própria piscina para fazer essa higienização. 

Dica extra

Ao escolher o limpa-bordas, prefira as versões com ação biodegradável, que são inofensivas ao meio ambiente. Ainda é indicado investir nas fórmulas que formam menos espuma para não interferir na qualidade da água. 

O que acontece quando a limpeza não é regular

Quer mais uma dica interessante? Evite postergar a limpeza da borda da piscina. Quanto mais você adiar esse cuidado, maior será o nível de dificuldade na próxima higienização. 

Ao ignorar o problema, você aumentará as chances de acumular mais oleosidade e sujeira na superfície. Em certas situações, esse detalhe também pode acabar desequilibrando o pH da água. Ou seja, a indicação principal é realizar essa atividade sempre que for limpar o restante da piscina — periodicidade equivalente a trinta dias. Anote na agenda!

Viu só? Com essas dicas exclusivas, temos certeza de que você conseguirá limpar a borda da piscina corretamente.

Caso tenha gostado da leitura e queira continuar aprofundando-se nesse universo, aproveite para conferir o nosso artigo sobre os três erros na manutenção de piscinas que é necessário evitar