VISITE NOSSA LOJA VIRTUAL Loja Virtual de Piscina Loja Virtual de Piscina

No estado do Rio de Janeiro e em diversos outros estados brasileiros, a presença de um salva-vidas em piscinas coletivas é lei. Mesmo que não fosse obrigatório, contratar um  profissional ou, melhor ainda, uma empresa de guardião de piscina é uma forma de garantir a segurança dos banhistas.

É preciso, porém, que esse trabalho seja confiável. De nada adianta ter um guardião se ele não desempenha a sua função com excelência, não é mesmo? Afinal, a saúde, o bem-estar e a vida dos frequentadores da piscina está nas mãos dele.

Se você administra um hotel, resort, condomínio, clube ou academia e precisa de parceiros competentes para apoiá-lo, veja, agora, quais são as características que você deve observar na sua prestadora de serviços. Boa leitura!

Certificação

Segundo a legislação, em redação dada à Lei Estadual 3729, de 13 de dezembro de 2001 pelo art. 1º da Lei nº 4428/2004, o guardião de piscinas deve ser habilitado profissionalmente para as tarefas de que trata e autorizado pelo Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ).

Essa habilitação se dá por meio de uma certificação, que pode ser feita em um Centro de Formação. A grade curricular do curso, entretanto, precisa ser aprovada pelo CBMERJ. O certificado indica que o profissional obteve formação para prevenção e salvamento em meios aquáticos.

Portanto, o documento é fundamental. Confira, então, se os profissionais da empresa que você está pensando em contratar são habilitados. Preste atenção, também, à data: o certificado tem validade de cinco anos.

Equipamentos

Mesmo habilitado e certificado, o guardião de piscina não pode atuar sem equipamentos. Por isso, a empresa terceirizada deve fornecer artigos como maleta de primeiros socorros, uniforme compatível com a função, equipamento para flutuação na piscina, entre outros.

Verifique o que a empresa oferece e se é o suficiente para situações de risco. O guardião deve, também, reconhecer quando algum equipamento não está funcionando ou se precisa ser trocado. Ele deve ficar atento ao estado das bombas de sucção, dos ralos, se existem tampas anti-aprisionamento e se estão bem posicionadas e presas. Ou seja, ele deve se responsabilizar pelo bom funcionamento de todo o sistema que mantém a piscina limpa e segura.

Profissionais comprometidos

Observe o profissional em sua rotina diária: se ele é pontual, se fica no posto o tempo todo, se faz os alertas necessários aos banhistas, se mantém a piscina limpa, principalmente, se ele é comprometido com o trabalho. Reporte à contratada qualquer incoerência com o que foi acordado.

Uma boa empresa de guardião de piscina toma todas as providências para que o serviço seja bem executado. No caso da falta do funcionário por qualquer razão, é preciso resolver rapidamente a situação, enviando um substituto habilitado. A empresa também deve ter um folguista para finais de semana e feriados.

Não tenha dúvida de que, com esses cuidados, contratar uma empresa de guardião de piscina é a melhor opção para quem administra espaços coletivos. É a melhor maneira de evitar acidentes e prejuízos com o uso indevido da piscina e dos seus equipamentos, garantindo a diversão dos banhistas.

Por essas razões, entre em contato com a Pool Rescue pelo telefone (21) 2432-3000 ou solicite-nos um orçamento pelo formulário. Temos os melhores profissionais da área!

Powered by Rock Convert

POSTS RELACIONADOS


Share This