VISITE NOSSA LOJA VIRTUAL Loja Virtual de Piscina Loja Virtual de Piscina

Muitos estados já possuem leis que obrigam a presença de salva-vidas (ou guarda-vidas, como alguns preferem ser chamados) em piscinas coletivas, sejam elas em clubes sociais ou esportivos, hotéis ou condomínios residenciais. No Rio de Janeiro, lei semelhante existe desde 2001 e prevê multa de 1.000 a 4.000 UFIRs (Unidade Fiscal de Referência) a quem desrespeitá-la.

Há leis também em São Paulo, Rio Grande do Sul, Espírito Santo e diversas outras localidades, além de projetos de lei que tramitam no Congresso Nacional.

Por conta da exigência, o serviço de salva-vidas vem sendo cada vez mais procurado. Ter este profissional por perto, entretanto, não é uma questão apenas de cumprimento da legislação, mas de segurança dos banhistas, principalmente em lugares que concentram muita gente.

Acompanhe este texto e descubra a importância de contar com salva-vidas, o que eles fazem e como contratar o serviço!

Por que é importante contratar o serviço de salva-vidas?

Não são raros os casos em que pessoas de várias idades, mesmo os mais experientes nadadores, tiveram que ser socorridos por profissionais. No Brasil, o afogamento é a segunda maior causa de morte entre crianças e adolescentes de até 14 anos. A cada ano, são mais de mil vítimas, segundo informações do Datasus — banco de dados do Sistema Único de Saúde.

O alerta não é diferente para os adultos. Entre eles, o afogamento é, entre as mortes provocadas despropositadamente, a segunda do ranking brasileiro, atrás somente dos acidentes de trânsito. Segundo a Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (Sobrasa), 17 pessoas morrem afogadas todos os dias no Brasil.

Não bastando essa triste realidade, para se ter uma ideia da relevância do tema, a presença de guarda-vidas na área das piscinas foi obrigatória até mesmo nas provas de natação das Olimpíadas do Rio de Janeiro. Sim, para proteger nadadores profissionais e premiados.

O que faz um salva-vidas?

O salva-vidas é treinado para garantir a segurança e a vida de banhistas em mares, rios, lagos, lagoas e piscinas. Eles não são responsáveis somente pelo salvamento em si, mas também pela prevenção de acidentes feita por meio de campanhas de conscientização e pela disseminação de alertas em todos os meios aquáticos.

Em piscinas, o guarda-vidas terá que verificar condições de higiene, sinalização de segurança, funcionamento de equipamentos e acessórios como bombas e ralos. Se perceber alguma irregularidade, deverá avisar a direção do clube, proprietário do hotel, síndico do condomínio e até mesmo o poder público, quando necessário.

Quem deseja seguir a profissão, já reconhecida pelo Ministério do Trabalho e Emprego, deve ter idade entre 18 e 35 anos, ter concluído pelo menos o Ensino Fundamental, estar em dia com as obrigações eleitorais e não ter sofrido nenhuma condenação criminal.

O processo seletivo é rigoroso e envolve treinamento com aulas teóricas e práticas, prova com simulação de salvamento e teste de aptidões e resistência física. O salva-vidas deve ter boa força muscular, boa capacidade pulmonar, paciência, determinação, concentração, ser disciplinado, responsável, agir com rapidez ante uma situação de perigo e uma série de outras qualidades.

Por que terceirizar?

Diante de tantas exigências, qual a melhor forma de contratar o serviço de salva-vidas para o seu estabelecimento ou condomínio? Se você fosse procurar um profissional capacitado e certificado para a função, por onde começaria?

Saiba que este serviço pode ser terceirizado e que há diversas vantagens nesta modalidade de contratação. Veja algumas delas:

1. Tranquilidade

Ao terceirizar o serviço de salva-vidas, você não precisará se preocupar com encargos trabalhistas, que ficarão por conta da empresa terceirizada. Além disso, não terá que se envolver diretamente com a seleção dos candidatos, compra de uniforme, treinamento da equipe, escala de trabalho e outras questões que demandam muito tempo e dedicação.

Essas tarefas são de responsabilidade da contratada, pois os funcionários são escolhidos e contratados por ela.

2. Qualidade

Para recrutar seu pessoal, geralmente a empresa especializada faz uma seleção criteriosa. Ela entrevista diversos candidatos, realiza provas, testes de aptidão e de personalidade. Enfim, uma série de processos.

Com isso, é mais garantido que os profissionais escolhidos por ela sejam altamente qualificados. E se eles não estiverem satisfazendo as expectativas do contratante, podem ser rapidamente substituídos por outros que já figurem no quadro de funcionários da terceirizada.

3. Economia de tempo e praticidade

O trabalho de um guarda-vidas requer uma série de procedimentos e equipamentos para ser executado. Imagine você ter que se informar sobre tudo o que é necessário, pesquisar preços, ir atrás dos materiais, procurar e executar treinamento etc? Isso tudo vai tomar muito tempo, certo?

Sem contar no gasto extra com material, combustível, burocracias. Tudo isso ficará sob a responsabilidade da empresa terceirizada. Ela fornecerá uniforme, equipamentos e tudo o que for necessário para que o profissional possa exercer sua função, o que representa redução de custos.

4. Disponibilidade

Você precisa garantir que a piscina esteja aberta nos horários divulgados aos hóspedes, moradores, frequentadores. E se o salva-vidas não aparece? E se é feriado? Fim de semana?

É claro que os funcionários têm direito a descansos semanais, mas na contratação direta você teria que se preocupar com o que fazer nesses momentos e correr o risco de ter a piscina fechada em um lindo dia de sol.

No caso da contratação terceirizada, você tem a tranquilidade de que outro profissional estará disponível para substituições de última hora e cobertura do colega nos períodos de folga. Assegure-se desta garantia na hora de assinar o contrato.

Esperamos ter esclarecido suas dúvidas a respeito da importância de contratar o serviço de salva-vidas para o seu hotel, condomínio, clube ou qualquer que seja o seu estabelecimento. Não se esqueça de verificar o que diz a legislação do seu município ou estado. Contudo, prevenir acidentes nunca será um mau negócio!

Você deve ter percebido, também, que há ótimas vantagens em terceirizar a contratação. Com ela, você tem mais tempo para se dedicar à administração do seu negócio e pensar até em expandi-lo. A Pool Rescue está à disposição para esclarecer quaisquer outras dúvidas que você possa ter a esse respeito.

Para ficar sempre por dentro das nossas novidades e saber mais sobre piscinas, como tratá-las, mantê-las e deixá-las mais bonitas, siga-nos no Facebook e no Google+.

Powered by Rock Convert

POSTS RELACIONADOS


Share This