VISITE NOSSA LOJA VIRTUAL Loja Virtual de Piscina Loja Virtual de Piscina

Drenar uma piscina é uma tarefa que você tenha que fazer após realizar uma reforma na área da piscina ou algum reparo de emergência. Para tal você deverá retirar toda a água dela. Preparamos um guia para você drenar a sua piscina de maneira mais inteligente!

Drenar uma piscina: Confira esse passo a passo

1. Verifique se você precisará de uma bomba

Se a sua piscina tem um ralo de fundo na parte mais profunda, você poderá fazer a drenagem diretamente por ele. A água será direcionada para a rede de esgoto.

Mas se mesmo assim você quiser uma drenagem sustentável, poderá aproveitar a água na irrigação do jardim, por exemplo. Nesse caso, você precisará de uma bomba de imersão. Ela pode ser alugada em uma casa de materiais para o lar.

No pacote de aluguel, deve ter uma ou mais mangueiras de borracha de 15 metros de comprimento. Se a sua piscina estiver a mais de 15 metros de distância do ralo ou acesso ao esgoto, você precisará de mais mangueiras.

2. Garanta a segurança do local

Avise a todos os moradores da casa que a piscina será drenada e use uma fita ou cartazes para isolar o local, caso seja necessário. Todo cuidado é pouco, já que a piscina será esvaziada.

Desligue luzes aquáticas e interruptores que estejam ligados à piscina antes de começar a drenagem, para evitar acidentes elétricos.

3. Verifique onde a água vai jorrar

Antes de iniciar a drenagem, verifique onde a água será depositada. Muitos municípios possuem leis que impedem o despejo da água diretamente na rua ou em terreno vizinho.

Por isso, você pode dispensá-la diretamente na rede de esgoto por meio de um cano de três a quatro polegadas com tampa de rosca (que geralmente fica localizado do lado de fora do banheiro ou da cozinha). Essa água será tratada e reutilizada pelo sistema de abastecimento e tratamento de esgoto de sua cidade.

Outra forma sustentável de dispensar a água drenada, conforme dito anteriormente, é usá-la para irrigar o jardim. Mas atenção: não use toda a água da piscina para não inundá-lo. Verifique, porém, se as suas plantas são do tipo que suportam o excesso de cloro e sal. Caso contrário, elas morrerão.

4. Mergulhe a bomba na piscina e ligue-a

Conecte corretamente a mangueira e encaixe a outra ponta no cano de saída, antes de ligar a bomba. Observe o descarregamento da água com atenção. O tempo de drenagem varia conforme o tamanho da piscina e a velocidade da bomba.

Observe o fluxo de drenagem durante alguns minutos. Os resíduos da piscina podem entupir os canos e impedir a passagem da água.

Se acontecer, desligue a bomba e verifique o que está impedindo a vazão da água. Ligue novamente apenas quando estiver certo de que retirou o resíduo.

5. Lave a piscina durante a drenagem

À medida que a piscina esvazia, esguiche água com uma mangueira e procure esfregá-la para limpar suas paredes. Você pode usar um escovão ou vassoura limpa.

Isso poupará tempo no final, quando você terá de retirar os resíduos que não tiverem saído com a drenagem.

6. Remova as sobras de água manualmente

Nem toda piscina se esvaziará por completo com a bomba, pois isso depende dos contornos e desenhos no fundo. Portanto, entre na piscina e remova o que sobrar de água com um balde.

7. Faça uma limpeza completa

Termine de escovar todas as partes sujas. Remova tudo com uma mangueira e passe um rodo aspirador no fundo da piscina.

Limpe os depósitos de cálcio e as escamações que possam ter se formado. No mercado, há produtos específicos para a remoção de cálcio, limo e ferrugem.

8. Encha a piscina

Com a piscina drenada e limpa, conecte uma ou mais mangueiras nas torneiras mais próximas e jogue-as na piscina. Procure fazer isso com tempo de sobra, para não deixar o trabalho pela metade e não correr o risco de encher demais.

Você não precisa ficar olhando a piscina encher, mas não se esqueça dela. Estime o tempo que precisará!

Atenção: não comece a drenar uma piscina antes de considerar algumas atitudes, como:

  • saber se foi construída próxima ao lençol freático: a água subterrânea pode acabar levantando a piscina, que vai estourar e erguer o terreno. Há relatos na internet de casos em que a piscina se elevou cerca de 10 centímetros do chão. Se for o caso, não a esvazie completamente para que não fique muito leve;
  • conhecer as leis locais para drenagem: além de não permitir que a água seja despejada na rua, algumas leis municipais também limitam a frequência de descarregamento da água. Verifique se é o caso no seu município. Às vezes, pode ser necessário equilibrar o PH da água antes de seu descarte;
  • ter uma corda de nylon: elas servem para colocar a bomba de imersão na piscina com segurança. Amarre a corda no suporte da bomba e desça-a devagar, para evitar puxar os fios elétricos. Se eles se desprenderem, a bomba não funcionará;
  • ter um fio terra ou dispositivo de corrente residual: os dois evitam descargas elétricas;
  • remover com uma rede as folhas, os galhos de árvores e os objetos que possam ter caído na piscina.

Lembre-se que a melhor forma de manter sua piscina limpa é a prevenção. Afinal, a água é um bem escasso e tem custo elevado!

Certos cuidados são essenciais para que a água não fique gordurosa, com acúmulo de algas. Invista em uma cobertura para evitar que detritos de obras, folhas, insetos e outros resíduos entrem na piscina.

Se você ainda tem dúvidas e precisa de ajuda para drenar uma piscina, recomendamos que contrate uma empresa especializada para ajudá-lo. A Pool Rescue tem equipe e materiais qualificados para esse tipo de serviço.

O segredo para a piscina durar muitos anos, independentemente do material do qual é feita, é sua correta manutenção. Saiba tudo sobre como drenar uma piscina, renová-la e deixá-la novinha em folha. Baixe o e-book Área de lazer dos sonhos: o guia prático para renovar sua piscina!

Powered by Rock Convert

POSTS RELACIONADOS


Share This