VISITE NOSSA LOJA VIRTUAL Loja Virtual de Piscina Loja Virtual de Piscina

Seja uma empresa em início de funcionamento ou uma organização já com ampla participação no mercado, a dúvida sobre a estruturação dos processos é sempre a mesma: terceirizar os serviços ou contratar uma equipe interna?

No entanto, chegar a uma conclusão não é tão simples. Até mesmo para empreendedores mais experientes, a decisão de contratar uma equipe interna ou terceirizar serviços pode ser bem árdua.

Reduzir custos ou prezar pela qualidade? Maior controle ou mais flexibilidade? São dilemas levantados na hora de optar pela terceirização ou contratação interna.

Para ajudar você durante o processo de escolha, levantamos alguns pontos importantes e que devem ser considerados no processo de decisão. Fique atento!

Terceirizar serviços ou contratar uma equipe interna: qual a melhor decisão?

Apesar de parecer simples, a decisão de contratar uma empresa terceirizada ou investir em uma equipe interna tira o sono de grande parte dos empreendedores que está em fase inicial e não conta com um bom capital ou até mesmo não possui uma rede de contatos para encontrar a pessoa certa.

Antes de qualquer escolha é preciso avaliar cada opção e suas contrapartidas. Por exemplo, se mantiver uma equipe interna em vez de terceirizar serviços o empreendedor vai poder contar integralmente com a dedicação dos profissionais. No entanto, esta decisão pode pesar no bolso da empresa, já que terá de arcar com as despesas trabalhistas e disponibilizar toda a infraestrutura.

Com a terceirização, o empreendedor garante maior dinamismo ao seu negócio, uma vez que passa a se desvincular de um tipo de serviço para adotar outro; maior produtividade, já que passa a focar no core business do negócio; e uma melhor gestão financeira, já que uma série de despesas trabalhistas e com infraestrutura interna pode ser reduzida (ou eliminada).

No entanto, embora a terceirização seja uma opção para as organizações, a contratação interna também tem suas vantagens. E para uma decisão certeira é preciso avaliar o tipo de empresa e quais seus objetivos.

Quais os prós de se manter uma equipe interna?

Vamos começar analisando alguns prós e contras de se manter uma equipe para realizar o gerenciamento dos serviços internos.

Maior facilidade para gerenciar a equipe interna

Uma das maiores vantagens para gerenciar equipes internas é a facilidade em controlar as atividades que estão sendo executadas pelos funcionários. Além da retenção das informações internas, o gestor passa a ter um maior acompanhamento e monitoramento sobre o que efetivamente está sendo feito, podendo melhorar os resultados e alcançar as metas planejadas.

Maior velocidade na correção de falhas e quaisquer incidentes

Como a equipe está desenvolvendo suas tarefas dentro da organização, o gestor passa a ter um maior controle sobre cada etapa que está sendo desenvolvida. Caso observe que algum processo ou tarefa está apresentando erros, falhas ou divergências, pode intervir com maior rapidez.

Maior sinergia

Outro grande benefício da manutenção de equipes internas é o fato de que é possível promover um maior engajamento entre as equipes. Com uma comunicação mais próxima, é possível alcançar um maior comprometimento dos colaboradores. Assim, os departamentos podem trocar experiências e informações com mais velocidade e eficácia.

E os contras da equipe interna?

Produção comprometida

Vamos começar pelo recrutamento e seleção de mão de obra. Durante esta etapa, a empresa precisará retirar um dos seus colaboradores das suas atividades de rotina, assim a produção deste funcionário ficará comprometida. Ou, como alternativa, poderá contratar uma equipe de seleção para cuidar de toda a parte de recursos humanos, porém, com novos e altos custos.

Maiores custos

Além do alto custo com a contratação de funcionário, a empresa passa a ter gasto com equipamentos envolvidos para o bom funcionamento do trabalho. Por exemplo, os materiais e equipamentos utilizados pelos funcionários do setor de limpeza entram no custo de manutenção de uma equipe interna.

Outro fator importante é no caso de possíveis rescisões de contratos. Serão de responsabilidade da empresa os encargos de rescisão do contrato, como proporcional de férias, décimo terceiro e outros custos, além do aviso prévio, pois o funcionário deve permanecer por mais um determinado período na empresa.

Via de regra, faz-se necessário manter uma equipe interna quando a atividade demandada é core do negócio, ou seja, está diretamente ligada com a solução (produto ou serviço) e estratégia da empresa. Porém, isso não é uma regra!

Se o objetivo da organização é crescer e escalar seus negócios, é preciso avaliar se realmente vale a pena manter uma equipe interna ou a terceirização de determinadas tarefas é uma forma paliativa para resolver determinadas situações que demandam maior tempo e custo para a empresa.

Quais são os prós da terceirização de serviços?

Quando o serviço não faz parte do escopo de atividades principais da empresa, a terceirização de serviços se torna uma ótima opção. Assessoria jurídica, assessoria contábil, TI, entre outras áreas que não justificam a contratação de pessoas full time para executá-las.

Maior flexibilidade

A primeira grande vantagem da terceirização de serviços é uma maior flexibilidade para estruturar as necessidades e funções dos departamentos. Por exemplo, a empresa quer investir em marketing digital. Para isso, basta procurar uma empresa terceirizada que realize os serviços, sem a necessidade de reestruturar toda a estrutura interna para atingir novos objetivos.

Isso porque quando o serviço é terceirizado, a empresa contrata uma companhia especializada que vai fornecer funcionários, equipamentos e demais itens para a operação do setor ou atividade que foi terceirizada.

Conhecimento especializado

Ao contratar uma equipe terceirizada, a empresa passa a ter à sua disposição uma equipe especializada e bem qualificada para lidar com as necessidades e demandas do negócio, entre aplicações, equipamentos, softwares e sistema operacionais.

Mesmo que a empresa contrate bons profissionais, não há como garantir que eles darão bons resultados. Ao contratar uma agência para desenvolver as estratégias da empresa é possível garantir que os profissionais terceirizados terão experiência e conhecimento suficiente para lidar com os desafios e as necessidades do negócio.

Lembre-se que a competitividade também afeta as empresas prestadoras de serviços, por isso, muitas delas estarão desenvolvendo estratégias cada vez mais focadas em serviços segmentados, destinados exclusivamente a cada ramo de negócio. Tudo isso, possivelmente, reduz os custos e favorece a especialização das atividades ou departamentos terceirizados.

Menores custos

Por último e não menos importante há uma redução considerável dos custos, uma vez que quando a empresa decide contratar uma equipe externa, há menos custos com encargos trabalhistas, já que a empresa terceirizada é que arcará com tais gastos. Além disso, custos com equipamentos, materiais de limpeza, entre outros, também passam a ser de responsabilidade da terceirizada.

Somando todos os benefícios, pode-se concluir que a previsibilidade de custos é maior, e isso contribui para o desenvolvimento do planejamento estratégico da empresa.

E os contras da terceirização?

Menor controle das atividades

Apesar de o empreendedor manter uma relação direta com a empresa prestadora de serviços, o controle da equipe terceirizada é muito mais reduzida. Por isso, a terceirização das atividades-fim acaba sendo inviável, uma vez que o monitoramento contínuo é indispensável para alcançar melhores resultados.

Distanciamento

Uma das desvantagens da terceirização é o distanciamento dos profissionais terceirizados e dos funcionários internos, o que pode prejudicar a comunicação e a integração. Este é um importante fator que deve ser considerado na hora de contratar uma empresa terceirizada, principalmente se for para a atividade-fim do negócio.

Terceirização de serviços ou manter uma equipe interna?

A terceirização de serviços é uma solução inevitável para suprir as novas necessidades das empresas quanto à otimização de recursos e corte de gastos.

No entanto, é fundamental que o empreendedor realize um bom planejamento estratégico do seu negócio para definir quais as prioridades da empresa e, desta forma, poder conhecer quais atividades e processos precisam ser terceirizados e que não impactarão na produtividade e no bom desempenho da forma mais otimizada possível.

Gostou do conteúdo sobre terceirizar serviços? Siga nossas redes sociais — Facebook e Google+ — e fique por dentro de todas as nossas novidades!

POSTS RELACIONADOS


Share This