VISITE NOSSA LOJA VIRTUAL Loja Virtual de Piscina Loja Virtual de Piscina

Você sabia que, no estado do Rio de Janeiro, a presença de um guardião em piscinas coletivas é obrigatória, não é? A lei já está em vigor desde 1981! Mas para exercer a função, o guardião deve ser formado em técnicas de salvamento do Corpo de Bombeiros do Estado (CBMERJ). A habilitação de guardiões de piscinas é importante porque dá a garantia de que o funcionário tem o conhecimento e treinamento necessários para realizar alertas e salvamentos sempre que se fizer necessário.

E não é qualquer pessoa que pode fazer o curso! O candidato deve ter no mínimo 18 anos e já deve saber nadar. O curso profissionalizante é oferecido por Centros de Formação de Guardião de Piscina credenciados ou pelos grupamentos do Corpo de Bombeiros, como o GMar, que forma os profissionais da Pool Rescue.

Os instrutores podem ser bombeiros, profissionais de educação física, médicos, enfermeiros ou técnicos de enfermagem. Contudo, eles devem ter experiência em salvamento aquático e documentação que comprovem a qualificação. Veja, agora, alguns motivos para cobrar a habilitação do guardião.

Por que a habilitação de guardiões de piscinas é necessária?

1. Treinamento especializado

Com treinamento especializado, os guardiões poderão empregar as melhores técnicas de salvamento, com menor risco para a vida. Além disso, o treinamento exige que a pessoa mantenha um bom condicionamento físico para conseguir nadar e retirar da água um banhista que esteja se afogando, por exemplo. O treinamento também orienta o profissional a identificar situações de risco.

2. Garantia de aprendizado

Apenas o curso realizado por empresas credenciadas pelo CBMERJ garante o aprendizado nas técnicas de salvamento de acordo com o que é exigido pela lei. Ou seja, a formação é o comprovante de que aquele profissional estará habilitado, pois a formação engloba prova teórica com 20 questões, prova prática com simulação de resgate e primeiros socorros.

3. Controle sobre a qualificação do profissional

Ao contratar um profissional ou uma empresa terceirizada que oferece o serviço de guardião, o contratante deve exigir a certificação. Este é o único controle que ele terá sobre a qualificação do profissional. Além disso, a certificação deve ser renovada de tempos em tempos, com a comprovação de aptidão. Cabe lembrar que mesmo que o candidato comprove experiência, o curso é uma exigência da lei.

Como retirar a habilitação de guardiões de piscina?

Como dissemos, a certificação pode ser obtida junto ao Corpo de Bombeiros, através dos centros de formação credenciados junto à instituição militar. 

Entretanto, só pode se matricular no curso o candidato que provar habilidade em natação. O teste consiste em nadar estilo livre em uma piscina de 50 metros. O percurso deve ser feito em um minuto. Se passar no teste, poderá se matricular.

Não deixe de exigir a habilitação de guardiões de piscinas aos seus funcionários. Ela dará tranquilidade para você e para os banhistas. Afinal, segurança é fundamental para garantir a diversão!

Se quiser saber mais sobre a profissão de guarda-vidas, como contratar uma empresa terceirizada, manutenção de piscinas e outros temas relacionados, assine a nossa newsletter e receba nossos conteúdos e novidades no seu e-mail!

Powered by Rock Convert

POSTS RELACIONADOS


Share This