VISITE NOSSA LOJA VIRTUAL Loja Virtual de Piscina Loja Virtual de Piscina

Uma piscina limpa e cristalina é uma piscina convidativa para um mergulho. Além disso, mantém o visual bem cuidado da área externa e evita a proliferação de mosquitos vetores de doenças. É por isso que o tratamento de piscinas é muito importante e precisa ser uma prática habitual.

Se você ainda não criou a sua rotina de cuidados com a piscina, não se preocupe. Neste post, vamos te ajudar a criar a agenda ideal para que você saiba como limpar piscina e mantê-la sempre pronta para ser utilizada.

Que tal começar conhecendo os equipamentos e os produtos necessários para isso? Então, vamos lá!

Kit básico para tratamento de piscinas

A 1ª coisa que você precisa providenciar para começar a sua rotina de tratamento de piscinas são os equipamentos que vai precisar. São eles que vão te ajudar a cuidar de cada detalhe, impedindo que as impurezas se acumulem na água ou nas paredes do reservatório.

Também é indispensável o uso de kits de testes para fazer as medições dos parâmetros de pH, de cloro e de alcalinidade. O resultado dos testes realizados com esses kits é o que vai te ajudar a definir os produtos que serão necessários para manter a água pronta para mergulhos.

Veja o que você deve ter consigo para cuidar da sua piscina:

Equipamentos

São ferramentas que vão ajudar na rotina para manter o controle de qualidade da água e para fazer a retirada da sujeira. São eles:

Kit para medição de cloro e pH

Esse item está em 1º lugar em nossa lista porque é o mais importante de todos os seus equipamentos e ferramentas. A água da piscina apenas está saudável quando os parâmetros de cloro e pH estão equilibrados.

Existem diversas marcas de kits de cloro e pH, e todas elas cumprem a mesma função. Você pode optar por aquele da sua marca de confiança ou então o que lhe pareça mais prático para ser utilizado.

O mais importante é sempre ler a instrução do fabricante e segui-las corretamente para ter um resultado preciso.

Kit para medição da alcalinidade

Assim como o controle do pH e dos níveis de cloro, é importante o controle da alcalinidade total. E existe um kit específico para medir esse parâmetro da água da piscina.

Fita Teste para medição de pH, cloro e alcalinidade

Existe no mercado a fita teste que além de ser muito simples a sua utilização, faz a leitura dos três parâmetros, pH, Cloro e Alcalinidade. Mergulhe uma fita na água da piscina e remova-a imediatamente. Segure a fita por 15 segundos sem balançá-la e sem retirar o excesso de água.Pronto. A Fita Teste já avaliou a água.

Também há diversas marcas no mercado e modelos diferentes desse kit e dessa fita. A eficácia é a mesma, mas o modo de fazer a medição e a forma como os resultados são exibidos pode variar. Então, escolha aquele que atende melhor às suas necessidades.

Cabo telescópico

Esse equipamento não pode faltar, porque você vai utilizá-lo muito na sua rotina de tratamento de piscinas. Por ser um extensor, ele te permite alcançar grandes distâncias na piscina entre o fundo e as bordas.

Na ponta do cabo você acopla outros equipamentos, como a peneira, o aspirador e a escova. Por isso, ele é uma peça coringa e indispensável. Para facilitar o manuseio e também armazenagem, o cabo telescópico pode ser dividido em 2 ou 3 partes, dependendo do modelo escolhido.

Os modelos mais comuns que você encontra no mercado são aqueles que vão de 3 a 6 metros de comprimento. Para escolher o ideal, prefira o qual te permita alcançar as bordas opostas da piscina para tornar o trabalho mais rápido e prático.

Peneira cata-folhas

A ação do vento sempre traz sujeira para dentro da piscina. Mesmo que você não tenha plantas por perto, elas chegam da rua ou da vizinhança. Por isso, a peneira é indispensável para o dia a dia.

A sua utilização é simples: basta acoplar no cabo telescópico e “pescar” as folhas e resíduos em suspensão na superfície da água.

Você pode encontrar peneiras com armação plástica ou metálica e com bolsa de nylon. São vários modelos e tamanhos para escolher aquele que melhor lhe atende.

Escova

As bordas da piscina podem precisar de uma higienização também, e ter uma escova te permite fazer essa limpeza e remoção de algas, manchas ou incrustações manualmente. Os produtos fazem a remoção dessas impurezas, mas o processo se torna mais rápido e eficaz com a escovação.

Como os demais equipamentos para tratamento de piscinas, há diversos modelos de escova no mercado. Prefira escolher aquele que te permita alcançar os cantos da piscina e os pontos de difícil acesso.

As escovas com cerdas curvas podem ajudar a fazer uma limpeza mais completa porque facilitam a escovação.

Aspirador de fundo

Quando a sujeira vai para o fundo da piscina ou quando utilizamos um produto decantador, o aspirador é o equipamento que vai fazer a remoção das impurezas acumuladas.

Entre os muitos modelos e marcas disponíveis no mercado, você também pode optar por aquele que possua cerdas. Elas ajudam a soltar a sujeira que possa estar presa ao fundo e fazem uma escovação do mesmo. No entanto, o modelo ideal é aquele que se adapta ao seu tipo de piscina.

Mangueira flutuante

Utilizada para fazer a aspiração da piscina, os modelos mais indicados são os flexíveis. Eles são mais fáceis de manusear pela leveza e pela mobilidade que possuem.

Os modelos mais grossos, como os semitransparentes, apesar de resistirem bem ao cloro e ao sol, não flutuam muito bem, e por isso podem deixar o trabalho mais complicado.

Produtos

Existem vários produtos para piscina que são aplicados à água com o intuito de fazer correções nos seus parâmetros ou aumentar a sua qualidade e deixá-la própria para o uso. Também há diversas marcas no mercado, com linhas completas como a hth. E, entre todos os produtos existentes, são indispensáveis:

Redutor e elevador de pH (barrilha leve)

São produtos que ajudam a aumentar ou reduzir os parâmetros de pH da água da piscina. Os valores ideias estão entre 7.2 e 7.6.

Valores abaixo do mínimo tornam a água corrosiva, o que pode danificar os equipamentos e também causar irritação nos olhos.

Valores acima do máximo podem deixar a água da piscina turva. Isso interfere na aparência saudável e também causa obstrução no filtro e nos acessórios.

Cloro

O cloro para piscina é indispensável, pois é ele que vai fazer a desinfecção e eliminar micro-organismos. Ele provoca uma reação química que causa oxidação e os deixa inofensivos.

Fique atento, porque, ao contrário do que se pensa, a água que causa ardência nos olhos pode apresentar baixo de teor de cloro, sendo necessário fazer a adição do produto. O ardor é causado pelos subprodutos da reação entre o cloro e as partículas orgânicas.

Algicida

Algas podem se formar na água da piscina, deixando-a com a coloração esverdeada. Elas também se acumulam nas paredes e em todos os locais que esteja em contato com a água, causando a impressão de piscina suja e contaminada.

O algicida inibe a formação dessas algas e previne a coloração verde, deixando a piscina limpa e cristalina.

Decantador

O decantador tem a função de fazer a sujeira e as partículas em suspensão se acumularem no fundo da piscina. Dessa forma, basta utilizar o aspirador para fazer a remoção.

É importante lembrar que, ao usar o decantador, a piscina precisa ficar interditada até encerrar a manutenção. Os equipamentos de filtragem também devem ser desligados.

Limpa bordas

Esse produto se trata de um detergente específico para fazer a remoção das impurezas que se acumulam nas bordas da piscina. As suas propriedades não alteram a química da água e, por isso, pode ser utilizado sem comprometer a sua limpeza nem a sua qualidade.

Elimina oleosidade

Produtos de beleza e de higiene, protetor solar e a própria oleosidade natural da pele humana podem ser transferidos para a água da piscina. A tendência, nesse caso, é formar uma camada de gordura na superfície.

O eliminador de oleosidade é indispensável nesse caso, porque vai combater essa oleosidade excessiva e remover a camada de gordura.

Esse deve ser o seu kit de tratamento de piscinas com os itens indispensáveis para a manutenção. E a sua rotina de cuidados inclui tarefas que devem ser cumpridas em determinados períodos de tempo. Veja, a seguir, o tempo recomendado para cada tarefa:

Cuidados diários com a piscina

Parâmetros da água

Preferencialmente todos os dias verifique como estão os níveis de pH, cloro e alcalinidade da água. Analise os resultados obtidos com os kits de medição e faça as correções sempre que preciso.

Retirada de folhas

Para que a sujeira não se acumule no fundo, todos os dias retire as folhas e as outras impurezas que estiverem na superfície. Isso também vai evitar alterações nos níveis de cloro e no pH, e tornará a aspiração do fundo mais prática.

Aplicação de algicida

O algicida pode ser aplicado todos os dias para garantir a cristalinidade da água. Faça a aplicação sempre ao entardecer.

Cuidados 2 vezes por semana

Limpeza o skimmer

O skimmer tem a função de aspirar e barrar a sujeira, insetos, folhas, entre outros. Faça a limpeza do cesto do skimmer 2 vezes por semana para garantir a sua eficácia.

Aspiração do fundo

A sujeira cumulada no fundo deve ser aspirada 2 vezes por semana. Use o decantador para eliminar todas as impurezas.

Cuidados semanais

Limpeza da bomba

O cesto da bomba também acumula sujeira, e a frequência sugerida para remoção dessa é 1 vez por semana.

Escovação da piscina

A retirada manual da sujeira incrustada nas paredes e no fundo também precisa ser feito 1 vez a cada semana para não deixar acumular demais.

Limpeza da borda

Com a ajuda do detergente limpa bordas, faça a limpeza da linha da água e das bordas da piscina para eliminar incrustações e devolver a coloração natural da água.

Limpeza do filtro

Nos períodos de uso mais intenso da piscina, que são geralmente nos meses quentes, a limpeza do filtro deve ser feita toda semana. Esse processo é realizado por meio da função de retrolavagem e de enxágue.

Cuidados mensais

Quando a piscina estiver com pouco uso, geralmente nos meses mais frios, o filtro pode ser limpo 1 vez por mês apenas.

Cuidados semestrais

Outras medições de parâmetros da piscina também devem ser incluídas na rotina. Porém, isso pode acontecer com uma frequência bem menor do que para o pH, cloro e alcalinidade. Trata-se da medição dos metais pesados.

Piscinas com metais pesados na água devem ser tratadas com o inibidor de metais, que vai prevenir manchas no revestimento.

Tratamento de piscinas no inverno

Durante o inverno, é natural que a piscina seja utilizada com uma frequência bem menor do que nos meses de temperaturas mais altas. Para muita, gente isso é sinônimo de despreocupação com a manutenção do reservatório.

Porém, mesmo nos meses de inverno, é essencial manter uma rotina de cuidados com a água. Isso fará com que ela se mantenha cristalina, esteja sempre pronta para o uso e não se torne um criadouro para mosquitos vetores de doenças. Mas, quando chegar o inverno, você não precisa manter a rotina de manutenção dos meses de calor.

A medição do pH, cloro e alcalinidade deve acontecer com menor frequência, como 2 ou 3 vezes na semana. A aplicação de cloro também será menor, mas ainda necessária. A quantidade de produto também será menor, porque não haverá muitas partículas orgânicas para reagir com ele.

Outro cuidado que faz parte do tratamento de piscinas no inverno é a remoção de partículas em suspensão. Nos meses mais frios, a quantidade de insetos diminui, mas a de folhas aumenta. Por isso, você precisa continuar usando a peneira para retirá-las.

A aspiração do fundo também poderá ser necessária. O vento pode sujar muito a água da piscina, trazendo partículas de sujeira que se acumulam no ar por causa da estiagem natural desses meses.

Esses cuidados vão manter a água limpa, saudável e pronta para ser utilizada. Também vão manter os mosquitos bem longe e garantir a proteção dos equipamentos contra problemas decorrentes da falta de manutenção.

Quando chamar uma equipe especializada

Algumas vezes a piscina pode apresentar problemas que nem sempre sabemos o que os causaram. Água verde ou marrom e alterações no odor são algumas mudanças que podem gerar dúvidas.

Quando você não souber identificar aquilo que está causado o problema, é hora de chamar uma equipe especializada para te ajudar a reequilibrar a água e deixá-la novamente pronta para ser utilizada.

Além de te ajudar a identificar o problema e encontrar a melhor solução, as equipes especializadas também possuem mais recursos para analisar e tratar o seu reservatório. As empresas possuem equipamentos modernos e uma linha extensa de produtos e de ferramentas destinados para diversos fins.

O serviço realizado por eles trata-se de uma manutenção profissional. Diferentemente da manutenção geral da piscina, aquela feita pela empresa especializada é realizada segundo as características da sua piscina (tamanho, frequência de uso, material utilizado na fabricação etc.). Por isso, é interessante fazer a contratação desses serviços periodicamente.

Também é indicado chamar uma equipe profissional quando a casa de máquinas estiver apresentando algum problema. A equipe poderá te orientar sobre o que está acontecendo, se é necessário a troca de um componente ou se a manutenção é suficiente para corrigir o que está errado.

Nos meses de inverno, a equipe profissional pode ser chamada também caso você queira fazer a hibernação da piscina. Em regiões onde o frio é mais intenso e impossibilita totalmente o uso da piscina, algumas pessoas optam pela hibernação.

Trata-se de um conjunto de ações que vão deixar a piscina fora de uso durante esse período. O intuito é preservar o equipamento e a estrutura da piscina contra os danos que as baixas temperaturas podem causar. O processo é trabalhoso e demorado, e, para não cometer nenhum erro, contratar a equipe é a melhor opção.

Por fim, você pode contratar uma equipe especializada quando não puder fazer a manutenção da piscina, seja porque está atarefado, doente ou porque não possui os equipamentos necessários nem deseja investir neles nesse momento.

Dicas para reduzir a manutenção da piscina

O tratamento de piscinas sempre deve ser feito para garantir uma água de qualidade, mas é possível reduzir gastos e tempo com a manutenção adotando algumas medidas preventivas. Essas medidas vão ajudar a manter a água mais limpa e evitar que a sujeira se acumule.

Veja a seguir algumas dicas simples que você pode adotar:

Instale uma ducha na área da piscina

A ducha na área da piscina é fundamental para você manter o controle de qualidade da água. Coloque como regra o banho de ducha antes do mergulho para que sejam retirados:

  • hidratantes de pele;
  • cremes de cabelo;
  • maquiagem;
  • poeira;
  • e a oleosidade natural da pele.

Isso vai impedir que partículas sejam levadas para a água e reduzir a gordura e a oleosidade — o que diminui a necessidade de usar produtos químicos para reequilibrar os seus parâmetros.

Mantenha o entorno sempre limpo

O vento pode soprar e carregar o que está no entorno da piscina para dentro dela. Por isso, mantenha essa área sempre limpa, retirando as folhas, a areia, a poeira e qualquer outra impureza que possa sujar a água.

Procure fazer essa limpeza num dia em que não esteja ventando para tornar a tarefa mais simples e evitar que a sujeira seja impulsionada para a piscina. Varra por partes e sempre retire a sujeira que juntou, sem deixar montes espalhados, pois o vento pode soprar tudo isso para a água.

Cubra a piscina

As coberturas para piscina ajudam a evitar que a sujeira caia na água. Existem opções para você escolher aquela que melhor atende ao que você precisa. As mais comuns são as lonas e os decks retráteis.

A lona é eficaz para evitar a sujeira na água e também para impedir que animais ou crianças pequenas caiam por acidente no reservatório. Os decks cumprem a mesma função, mas com a vantagem de oferecer uma superfície que pode ser utilizada de outra forma quando a piscina não está em uso. Também são um elemento decorativo e sofisticado.

E, para as piscinas maiores, como aquelas onde se realiza eventos ou em clubes, há as opções de coberturas estruturais com telhado ou vidro. Alternativas mais caras, porém, igualmente eficientes para evitar a sujeira excessiva.

Escolha com cuidado as plantas do jardim

Piscinas combinam com projetos paisagísticos, porém, não combinam com folhas, flores e galhos mortos. Então, se o seu projeto inclui plantas ao redor da piscina, escolha com cuidado as espécies que colocará ali.

Evite aquelas que soltam muitas folhas ou flores. Também tenha cuidado com aquelas que produzem sementes, especialmente que são carregadas facilmente pelo vento.

A localização das plantas também é um ponto importante. Evite-as muito perto da piscina, porque nesse caso qualquer brisa pode levar sujeira para a água.

Mantenha um revestimento ao redor da piscina

Se o seu terreno possui áreas de terra ou gramado, evite que ela se estenda até a borda piscina. É essencial que o entorno dela tenha um revestimento de pedra ou de outro material para facilitar a limpeza e evitar que a sujeira caia na água.

Não economize nos produtos

Os produtos utilizados para tratamento de piscinas devem ser aplicados de acordo com as instruções do fabricante. É essencial respeitar essas instruções e estar atento ao volume total da piscina para utilizar a quantidade certa.

Não tente economizar nos produtos utilizando um pouquinho menos ou com frequência menor do que indicado. Considere que os fabricantes baseiam as instruções de uso segundo testes realizados por especialistas para garantir a qualidade e a segurança da água para mergulhos.

Economizar nos produtos pode parecer vantajoso no começo, porém, os parâmetros da água ficarão desequilibrados, e isso causará outros problemas que vão exigir mais produtos, equipamentos e medidas para remediar a situação.

Cuidar da piscina não é uma tarefa muito complicada, mas exige dedicação e disciplina com a frequência correta de cada tarefa. O tratamento de piscinas deve ser respeitado para que ela sempre esteja pronta para ser utilizada, para evitar o acúmulo de sujeira e para que se mantenha bonita e cristalina.

Você já tem uma rotina de cuidados com a sua piscina? Conte para a gente nos comentários como você mantém a sua sempre limpa e saudável.

Powered by Rock Convert

POSTS RELACIONADOS


Share This