VISITE NOSSA LOJA VIRTUAL Loja Virtual de Piscina Loja Virtual de Piscina

O sistema de filtro para piscina pode influenciar significativamente a qualidade de sua área de lazer, sabia? No entanto, essa escolha não é tão simples quanto imaginamos, visto que existem dois modelos que se destacam amplamente no mercado: de pano e de areia.

O primeiro, embora mais antigo, ainda faz parte do sistema de filtragem de muitas piscinas. Seja para modelos comerciais (como as de hotéis, resorts e clubes) ou residenciais. Já o segundo, conta com certa versatilidade e possui algumas tendências tecnológicas.

Para que você tire as suas próprias conclusões, reunimos neste artigo todas as características de ambos os modelos. Assim, fica mais fácil identificar o melhor filtro para piscina e que se acomode às suas necessidades e objetivos. Confira no post!

Como funciona o trabalho do filtro para piscina

Existe uma grande quantidade de produtos químicos utilizados para a manutenção dessa peça chave para a área de lazer, mas é o sistema de filtragem que ajuda a dar ritmo a esse processo.

Afinal, todas as partículas maiores, sugadas através da tubulação, ficam retidas no filtro para piscina. Isso pode incluir fios de cabelo, folhas e entre outras impurezas acumuladas.

Todo o processo ocorre da seguinte forma:

  • a água é sugada pelo skimmer;

  • essa porção chega a um depósito, onde está localizado o filtro, e o processo é realizado;

  • a água, já filtrada, é devolvida por outra tubulação de volta para a piscina.

Em média, é recomendado o processo de filtragem diariamente, em ciclos que variam de 6 a 12 horas.

Esse é o tempo necessário para que a quantidade estimada para um ciclo completo de filtragem se complete. Essa demora é calculada com base no volume de água da piscina, a potência da sua bomba e o filtro usado. É preciso saber que um ciclo de filtragem significa que toda a água da piscina passou pelo filtro, limpando-a completamente ao retirar as impurezas.

O que é e como funciona o filtro de pano

Os usuários de uma piscina estão em busca de divertimento e frescor, além de contar com a proteção à sua saúde. Para eles, o filtro para piscina é um detalhe que pode passar despercebido. No entanto, quem cuida da piscina precisa entender a sua relevância.

Afinal, só o processo de filtragem já responde por uma grande parte no serviço de limpeza da água. Por isso, a busca pela melhor solução se faz necessária.

É nesse contexto que aparece um dos produtos mais populares nesse sentido: o filtro de pano, também conhecido como cartucho.

O nome se deve ao fato de que esse tipo de filtro para piscina é composto por um sistema de cartuchos removíveis. Ou seja, eles são substituíveis com o tempo de uso, visto que os filtros são feitos com materiais que se deterioram, como o polipropileno ou o poliéster, não são.

Características do filtro de pano

O custo de um filtro para piscina como esse é relativamente baixo, ainda mais quando comparado a outros tipos no mercado. Além disso, a troca de cartuchos tende a ocorrer anualmente, mais ou menos, porque eles são fáceis de limpar.

Com isso, é possível usar mais vezes o cartucho. Acontece que, da mesma maneira que isso se converte em uma vantagem, a reutilização pode desgastar excessivamente o material.

Assim, a filtragem perde um pouco de sua eficácia ao longo do tempo. Isso porque as partículas de sujeira se acumulam na piscina mesmo após completados os ciclos diários.

Dicas e cuidados

Vale observar que esse tipo de filtro para piscina é acessível e pode ser limpo com facilidade. Dessa forma, algo a se analisar é a intensidade de uso do produto.

Para residências com baixo acúmulo de partículas de sujeira, por exemplo, um filtro de pano de qualidade pode ser um diferencial e tanto. Para hotéis, cujo tráfego de banhistas é intenso, recomenda-se o uso de um filtro mais resistente, como o de areia, que falaremos a seguir.

O que é e como funciona o filtro de areia

O custo pode parecer, inicialmente, mais elevado quando comparado com o filtro de pano. Mas este modelo se destaca pela sua durabilidade: estima-se uma vida útil que pode chegar até a uma década.

O processo de funcionamento é, inclusive, similar ao do outro produto analisado. No entanto, o filtro de areia conta com alto poder de retenção de partículas para purificar a água.

Para isso, a água da piscina é sugada através da tubulação e chega ao processo de filtragem, onde a água escorrida passa por uma grossa camada de areia.

Por ser um filtro natural, ela conserva no interior do produto as sujidades, deixando-a limpa até completar o seu ciclo.

Dicas e cuidados

Para que esse tipo de filtro para piscina permaneça eficaz e promova um serviço de qualidade, os responsáveis pela manutenção da piscina devem observar a pressão interna do produto.

A lógica é básica: quanto maior a pressão (expressa em um instrumento de medição no próprio filtro), mais sujeira se encontra no interior, exigindo sua limpeza. Em geral, os filtros de areia permitem que o sistema de retro lavagem da bomba limpe as impurezas na areia.

Assim, esse serviço (que pode ocorrer semanalmente ou mediante a intensidade de uso da piscina) prolonga ainda mais a vida útil do filtro. Finalizado o processo, o filtro está pronto para novos ciclos e, dessa forma, mantém a água de suas piscinas purificadas.

O melhor filtro para piscina se adapta a você

Como é possível perceber, cada tipo de filtro para piscina possui particularidades. Isso não significa que um ou outro seja ruim, mas apenas que você deve conhecer a fundo o movimento em sua piscina e a intensidade dos procedimentos de manutenção e limpeza.

Com isso, você consegue analisar com muito mais eficiência o melhor modelo para atender às suas necessidades.

Caso você queira saber mais a respeito de filtro para piscina e recomendações para garantir banhos de piscina refrescantes em uma água purificada, curta a nossa página no Facebook e fique por dentro de nossas notícias em primeira mão!

POSTS RELACIONADOS


Share This