VISITE NOSSA LOJA VIRTUAL Loja Virtual de Piscina Loja Virtual de Piscina

Para muitas pessoas, ter uma piscina em casa é a realização de um sonho. Poder se divertir sem sair do aconchego do lar e ter uma opção de lazer sempre disponível são alguns dos motivos que levam os moradores a construírem uma piscina de alvenaria.

No entanto, apesar das muitas vantagens, a piscina de alvenaria exige manutenção constante para que sejam evitados diversos problemas, como o aparecimento de rachaduras, algas e vazamentos.

Pensando nisso, criamos o artigo de hoje com o objetivo de ajudá-lo a tomar os cuidados necessários! Continue a leitura e saiba mais!

Proliferação de algas

Um dos problemas mais comuns em piscinas de alvenaria é o surgimento de algas. É praticamente impossível evitar que elas apareçam, mas existem algumas maneiras de evitar o seu acúmulo.

Apesar de a alga não ser nociva à saúde do homem, ela permite o aparecimento de outras bactérias que podem ser perigosas. Inicialmente, as algas surgem devido à ação do tempo, ou seja, elas são transportadas pelo vento, pela chuva e até mesmo pela roupa dos banhistas.

Elas são elementos microscópicos e se reproduzem com uma velocidade assustadora. Existem cerca de 20 mil espécies catalogadas, mas, nas piscinas, elas costumam ser divididas por cores, sendo elas: verdes, amarelas, pretas e rosas.

Identificou esses elementos na sua piscina? Então, é hora de começar os cuidados mais adequados. O primeiro passo é fazer uma limpeza geral, escovando principalmente as áreas que apresentarem o acúmulo dessas plantas.

O algicida é um grande aliado nessa tarefa. Para cada mil litros, é importante diluir 10 ml do produto. A sua função é devolver a qualidade da água, por isso, tenha cuidado ao escolhê-lo, pois existem duas opções. Uma serve para o extermínio do problema e a outra tem a função de evitar que ele apareça. Observe qual é o seu caso e faça a correta utilização do algicida.

Não se esqueça de verificar o pH da água. Ou seja, é importante mantê-lo entre 7,2 e 7,6. No caso de existir alguma variação, vale a pena utilizar um estabilizador de pH para que o serviço fique completo.

Rachaduras na piscina de alvenaria

Além de deixarem a piscina de alvenaria com o aspecto feio, as rachaduras trazem outro agravante: o comprometimento da segurança dos banhistas. Isso se dá, principalmente, quando o revestimento é feito de azulejo.

Por isso, é essencial reformá-la a cada dez anos. Geralmente, as rachaduras têm origem devido à movimentação do solo. Ou seja, se o terreno for muito instável, é preciso criar uma base para a construção. Sem isso, podem surgir vazamentos e, até mesmo, falhas na fundação da piscina.

Se, por acaso, você notar escoamentos e desníveis, é bom fazer a verificação completa, mesmo que o prazo de 10 anos ainda não tenha encerrado. Tal fato garantirá a segurança de todos e também que a diversão não precisará ser interrompida em pleno verão, por exemplo.

Acabamentos danificados

Assim como as rachaduras, os acabamentos danificados também são problemas que podem aparecer nas piscinas de alvenaria. Como os revestimentos podem ser de diferentes materiais (azulejo, pastilhas de vidro, vinil, entre outros), é preciso saber como fazer a recuperação de cada um deles.

Quem opta por colocar azulejo precisa ter bastante atenção. O material exige a manutenção constante, feita por meio de escovação e limpeza, para evitar o acúmulo de sujeira no rejunte, que deve ser especial.

As pastilhas de vidro exigem os mesmos cuidados que o azulejo. Por essa razão, adquirir materiais de qualidade para fazer a limpeza é essencial. Existem, hoje, no mercado, produtos como limpa bordas e clarificantes, essenciais para a manutenção da piscina de alvenaria.

No entanto, se os azulejos ou as pastilhas de vidro estiverem bastante danificados, exigindo uma grande reforma, talvez seja hora de repensar o material.

Se você não quer gastar tanto dinheiro, pode optar pelo revestimento com vinil, que cobre vazamentos, além de ser uma solução barata e rápida.

Ele funciona como um impermeabilizante, fundamental para garantir a integridade da estrutura. No entanto, é preciso fazer a checagem completa para que ele não rasgue nem apresente bolhas.

E agora que você já conhece os principais problemas de piscina de alvenaria, siga na leitura e veja mais sobre cuidados com o uso de produtos e a manutenção ao longo do ano.

Produtos de tratamento em excesso

Os produtos podem (e devem) ser utilizados no tratamento de piscinas. No entanto, o que você não pode negligenciar são as especificações do fabricante quanto à aplicação.

Você sabia que o excesso de cloro corrói o rejunte e pode fazer com que os azulejos ou as pastilhas se soltem? Bem, é preciso tomar bastante cuidado, pois o problema pode ser ainda maior, prejudicando a saúde dos frequentadores.

Mesmo que você precise fazer a supercloração, devido a problemas mais sérios, como concentração de algas e odor desagradável, é preciso evitar tal procedimento sempre que possível. A melhor alternativa é fazer a manutenção semanal, se a piscina for de uso exclusivo da sua família.

Cuidados em épocas de menor uso

Apesar da piscina em casa, nem sempre ela é usada o tempo todo. Existem épocas de menor vazão, como no inverno, mas isso não significa que os cuidados devem ser negligenciados. É preciso bastante atenção para não danificar a estrutura.

A primeira regra é cobrir toda a superfície com uma lona. Tal ação evita que caiam dejetos indesejáveis, como folhas e sujeiras, na água. Isso também ajuda a evitar que apareçam criadouros de mosquito da dengue.

Ademais, não descuide do tratamento da água. Apesar de ter coberto a piscina com uma lona, de vez em quando, é preciso utilizar os produtos adequados para evitar que ela fique muito suja. Isso evita o aparecimento de algas, como já mencionamos, que podem prejudicar bastante uma piscina de alvenaria.

Aliás, nunca esvazie a piscina. Além de a ação gerar custos (ter que renovar a água), uma piscina de alvenaria corre o risco de sofrer com rachaduras e fissuras. Logo, é fundamental consultar um especialista para não criar danos irreversíveis.

Como já dissemos, dispor de uma piscina em casa é muito bom, mas é preciso ter cuidado para mantê-la sempre conservada, pronta para uso. Comprar os produtos certos, fazer a limpeza detalhada, aspirar a sujeira e não esvaziar a piscina de alvenaria são apenas alguns dos cuidados que devem ser tomados.

Agora, para saber ainda mais sobre o assunto, baixe o Manual completo do tratamento de piscinas, um e-book da Pool Rescue que traz dicas exclusivas de cuidados e diferentes técnicas de tratamento para a sua piscina de alvenaria!

Powered by Rock Convert

POSTS RELACIONADOS


Share This