Aprenda a calcular o volume de piscina e garantir a manutenção adequada

Quando fazer o tratamento de emergência na piscina?
maio 18, 2021
Aprenda a calcular o volume de piscina e garantir a manutenção adequada
Aprenda a calcular o volume de piscina e garantir a manutenção adequada
maio 19, 2021

Aprenda a calcular o volume de piscina e garantir a manutenção adequada

Grande, pequena, média, retangular, quadrada, oval ou redonda, independentemente do tamanho e da forma, saber qual o volume de piscina é fundamental para garantir limpeza e manutenção adequada. Mas como calcular?

Saiba que você vai precisar usar uma fórmula. “Ah, mas eu faltei às aulas de Matemática.” “Álgebra e Física são Grego pra mim”.

Tudo bem, a gente entende. Por isso, vamos dar todas as dicas para você não passar trabalho na hora de descobrir qual o volume da sua piscina. Continue a leitura.

Porque devo saber o volume de água da minha piscina?

Conhecer o volume de piscina é imprescindível na hora de comprar equipamentos e tratar a água. Esse “detalhe” evita excessos e desperdícios de produtos.

Isso é importante, porque a superdosagem ou a baixa dosagem de produtos químicos pode desequilibrar a piscina, resultando em uma água turva, esverdeada e imprópria para o banho.

Portanto, conhecer o volume permite uma melhor limpeza e manutenção, prevendo:

  • a quantidade exata de produtos químicos para o correto tratamento da água;
  • qual a potência necessária da bomba;
  • qual a dimensão certa do filtro que você deve comprar;
  • qual é a potência necessária para aquecer a água.

No final das contas, saber exatamente quanto de água cabe na sua piscina é uma forma de economizar em produtos químicos e energia, uma vez que você poderá determinar a potência necessária para o correto funcionamento da bomba e dos aquecedores.

Como calcular o volume de piscina?

O formato da piscina é a primeira pista para calcular o seu volume. Uma piscina quadrada, por exemplo, facilita o cálculo, que será definido por metros cúbicos. Assim, uma piscina de 1 metro de lateral e 1 metro de profundidade terá 1 metro cúbico de água. Simples.

Mas e se a sua piscina tem um formato inusitado? É aí que a coisa fica mais complexa e entram as fórmulas!

Fórmulas

Para calcular o volume de piscina, comece observando o formato da sua. Depois, faça a medição com uma trena.

Anote tudo em metros, da seguinte forma:

Se a piscina tem dois metros e vinte centímetros de largura, você deve anotar o valor 2,20m. Mais à frente, vamos usar as medidas para chegar a metros cúbicos. Para fazer isso, basta multiplicar o resultado por mil.

Veja, agora, a fórmula e exemplos de cálculos para cada formato.

Piscina quadrada

A fórmula para piscinas quadradas é a mais simples de todas: volume (m³) = largura (m) X comprimento (m) X profundidade média (m).

Exemplo:

Pedro tem uma piscina de 5 metros de comprimento, 5 metros de largura e 2 metros de profundidade média.

O cálculo será 5x5x2 = 50m³ (5.000 litros)

Piscina Retangular

As piscinas retangulares seguem a mesma forma das quadradas. A diferença são os valores. Veja:

Alice comprou uma piscina retangular que mede 7 metros de comprimento e 2,30 metros de largura, com 1,50 metros de profundidade. Neste caso, o cálculo é 7×2,30×1,50. O que resulta em 24,15m³.

Lembramos que o resultado será em metros cúbicos, pois estamos multiplicando três valores em metros. Para sabermos o resultado em litros, é preciso multiplicar a quantidade de metros cúbicos por 1000.

Assim, a piscina retangular de Alice tem 24.150 litros.

Piscina circular

Até agora foi fácil, certo? Mas e quando a piscina é circular, redonda? Neste caso, é preciso calcular o diâmetro (que será usado duas vezes na equação) e haverá mais uma multiplicação no final, pelo número 0,785.

Entenda neste exemplo:

Cláudio comprou uma piscina redonda muito estilosa, ela tem 5 metros de diâmetro e 2 metros de profundidade. Logo, ele terá que calcular 5x5x2x0,785, o que vai resultar em 39,25m³, ou 39.250 litros.

Piscina oval

Para piscinas ovais, você vai fazer o mesmo cálculo das redondas.

Exemplo:

Andreia está feliz com sua casa nova, mas não sabe qual o volume da piscina. Ela vai calcular o diâmetro maior, que é de 8 metros, vezes o diâmetro menor, de 5 metros, vezes a profundidade média de 2 metros, vezes 0,785. O volume total será 62,8m³.

Outras formas

Até aqui tudo bem, certo? Mas e se a sua piscina tem formato diferente? Neste caso ou em qualquer outra forma, a equação será a seguinte:

V = A x Hm

Hm = (H1 + H2)/2

em que:

  • V – Volume da piscina (m3)
  • A – Área da piscina (m2);
  • Hm – Altura média (m);
  • H1 – Altura máxima (m);
  • H2 – Altura mínima (m).

E então, achou difícil calcular o volume de piscina? Nem tanto, certo? Com essas fórmulas será bem mais simples saber o resultado e evitar o desperdício na hora da limpeza e manutenção da sua piscina.

Se você gostou deste conteúdo, siga-nos nas redes sociais para ter acesso a mais dicas como essa!