Por que é importante trocar o vinil da sua piscina?

Bar molhado: O que é, como surgiu essa ideia, como construir e quais os processos de construção
junho 21, 2021
O que são cloraminas e por que fazem tanto mal à saúde?
junho 29, 2021

Por que é importante trocar o vinil da sua piscina?

O vinil é um material muito apreciado na construção de piscinas. Ele garante a impermeabilização da base estrutural, apresenta bom custo-benefício, é flexível em tamanhos e formatos, tem estética atrativa e estampas personalizadas, e ainda é muito prático na hora de transportar, instalar, fazer a manutenção e descartar.

No entanto, mesmo com a manutenção em dia, é fato que o material apresenta um limite de vida útil. Por isso, a troca de vinil de piscina costuma ocorrer após cerca de 10 anos da sua instalação. Mas por que exatamente é preciso trocar o material? De que forma isso ocorre? As respostas você confere no artigo a seguir. Boa leitura!

Motivos para a troca do vinil

A troca de vinil de piscina ocorre, em geral, por três razões: danos estruturais, danos estéticos e desejo de troca de cor ou estampa. Saiba mais na sequência.

Danos estruturais

Mesmo que materiais de boa qualidade tenham sido adquiridos, é fato que, com o passar do tempo, o vinil pode ser danificado. A utilização da piscina pode levar o material ao contato brusco com brinquedos ou objetos metálicos ou pontiagudos, o que pode provocar perfurações e rasgos.

Além disso, azulejos quebrados da própria estrutura da piscina podem causar esse tipo de problema. Pequenos reparos podem ser feitos, mas chega um momento em que o melhor a ser feito é a troca completa do vinil.

Danos estéticos

A água da piscina precisa receber uma determinada quantidade de cloro para que evite a propagação de microrganismos. Esse fator é muito importante para a higiene e para a saúde de quem a utilizar. No entanto, é fato que o próprio revestimento em vinil também precisa receber alguns tratamentos esporádicos com produtos químicos. Quando isso não ocorre adequadamente, o material apresenta não apenas os danos estruturais que já foram citados, mas também danos estéticos, como o desbotamento e o surgimento de manchas.

Desejo de troca de cor ou estampa

Por fim, ainda envolvendo a questão estética, também é preciso levar em consideração o gosto do proprietário da piscina. Pode ser que ele tenha escolhido uma estampa infantil quando os filhos eram pequenos, mas, com o passar do tempo, ela já não é tão atraente. Pode ser também que a casa tenha sido reformada e que a cor antiga já não combine com a nova decoração. Por isso, o dono da piscina pode demandar a troca do vinil, pois deseja uma nova cor ou uma nova estampa.

Como funciona o processo?

Se, por qualquer um dos três motivos acima, você chegar à conclusão de que é hora de promover a troca de vinil de piscina, é preciso contratar uma empresa especializada no procedimento. Ele consiste basicamente em quatro etapas, conforme você vai conferir a seguir.

1ª etapa: dimensionamento e escolha do produto

Antes de iniciar a troca do material, é necessário que os profissionais contratados calculem as dimensões da piscina, levando em consideração a largura, o comprimento e a profundidade. Depois da obtenção dos valores, deve ser encomendado o novo vinil com o tamanho exato da piscina.

Nesse momento, o proprietário deverá fazer a escolha do novo modelo desejado, conforme a sua preferência de cor, tonalidade, estampa etc. O fabricante deverá respeitar o tamanho e o formato da piscina em questão.

2ª etapa: esvaziamento da piscina e remoção do vinil antigo

Após a confecção do novo vinil, será preciso esvaziar a piscina. Depois que ela estiver completamente vazia, os profissionais deverão remover todo o vinil antigo, o que geralmente é feito em pedaços pequenos, de modo que não haja danos na estrutura da piscina. Não é recomendado que a piscina de vinil fique muito tempo vazia, tendo em vista que a ausência da água favorece o surgimento de danos estruturais e/ou estéticos. O procedimento não pode demorar muito.

3ª etapa: reparo e lixamento na estrutura da piscina

Após a remoção do vinil velho, os profissionais devem fazer uma avaliação geral da piscina, analisando cautelosamente toda a sua estrutura. É preciso promover reparos, por exemplo, em azulejos quebrados e rachaduras, antes da aplicação do novo vinil.

É recomendado que as paredes internas da piscina sejam lixadas e limpas para evitar que qualquer imperfeição ou detrito danifique o novo material a ser aplicado. Também pode ser necessário adicionar uma manta amortecedora para conservar o vinil.

4ª etapa: aplicação do novo vinil e enchimento da piscina

Depois que a estrutura da piscina estiver pronta, é hora de aplicar o novo vinil, porém deixando uma pequena abertura. Por meio dela, um aspirador de pó deverá retirar o ar entre o material e a base, vedando a estrutura da piscina.

Quando o vinil estiver no local exato, é preciso prendê-lo de forma firme e segura. Por fim, é preciso encher a piscina, o que deve ser feito de forma rápida, de preferência com o auxílio de um caminhão-pipa.

Reformar a piscina (de fibra ou azulejo) ou trocar o vinil — o que é melhor?

A fibra e o azulejo são materiais mais resistentes, o que faz com que a necessidade de reformas seja menor. No entanto, quando essa necessidade aparece, o processo é bem mais complexo do que na troca do vinil. No caso da piscina de fibra, toda a estrutura tem que ser trocada ou repintada — o que é sempre delicado, já que a tinta da repintura pode não ser exatamente a da pintura original.

Nas piscinas de azulejo, por sua vez, todo o revestimento precisa ser trocado e impermeabilizado, o que consiste, basicamente, em uma reforma geral da piscina — mais cara, mais trabalhosa e mais demorada.

O vinil pode não ter a mesma durabilidade, contudo, a sua manutenção e o custo-benefício que ele oferece podem torná-lo a melhor escolha para você!

Independentemente da escolha a ser feita, seja na troca de vinil de piscina, seja nos outros tipos de reforma, o que realmente importa é a escolha de uma empresa com profissionais competentes. Esse é o critério a ser levado em consideração, de modo que os cuidados com a sua piscina de fato representem economia, estética atraente, durabilidade e segurança para você e para a sua família.

Fundada em 1997, a Pool Rescue é especializada no tratamento de água e na conservação de piscinas residenciais e empresariais. Entre em contato conosco!