Saiba como o tratamento de piscinas no inverno evita a água verde

Veja como ter piscina em ambientes pequenos no Rio de Janeiro
agosto 3, 2021
É possível ter um toboágua residencial? Saiba como ter um na sua piscina
agosto 11, 2021

Saiba como o tratamento de piscinas no inverno evita a água verde

Saiba como o tratamento de piscinas no inverno evita a água verde

Você já parou para pensar na importância do tratamento de piscinas no inverno? Ainda que essas estruturas não sejam utilizadas com frequência durante os dias frios, todo proprietário de uma residência com essa área de lazer deve manter os cuidados básicos durante a temporada mais fria do ano.

Aliás, não faltam razões para isso. Mesmo quando o sol não está presente, o ambiente deve ser constantemente higienizado para que a água se mantenha limpa, cristalina e, claro, saudável para o banho. Ou seja, esse procedimento é imprescindível para impedir que o temido visual esverdeado apareça. Nesse momento, ainda é preciso aplicar os produtos corretos para manter a alcalinidade e o pH em perfeito equilíbrio.

Porém, ainda existem pessoas que desconhecem esses cuidados e, tampouco, conhecem a sua importância para a durabilidade de uma piscina. Se você faz parte desse grupo, continue acompanhando o nosso post especial e explore o assunto!

O que é a água esverdeada e por que ela aparece no inverno?

Quem tem uma piscina em casa, com certeza já deve ter notado que o local pode ficar com a água esverdeada durante o inverno. Isso ocorre, basicamente, devido à presença de algas — que se proliferam quando há falta de manutenção ou quando os cuidados são feitos da maneira incorreta.

Durante as estações mais frias, é comum que os moradores se esqueçam de investir no tratamento da água. Em paralelo, também existem fatores externos que contribuem para que a área fique suja. Entre eles, o vento e a chuva. Juntos, esses elementos não apenas promovem o visual esverdeado, como também, contribuem para que o pH e a alcalinidade da água fiquem comprometidos.

A importância da limpeza

A partir dessas informações, fica evidente a necessidade de tratar a água da piscina em todas as temporadas do ano. Ao seguir os cuidados necessários, você evitará a proliferação de larvas e algas — organismos que podem fazer com que a estrutura se torne um verdadeiro foco de doenças.

Para estar perfeita para o banho, é essencial que a piscina tenha uma água cristalina e límpida. Assim, será possível garantir bem-estar aos banhistas, além de economizar com possíveis danos que podem ocorrer no futuro.

Tratamento de piscinas no inverno: quais são os cuidados necessários?

Ao construir uma piscina no Rio de Janeiro, ou em qualquer outra região do Brasil, é essencial que os moradores sigam alguns cuidados básicos com a estrutura. Inclusive, essa atenção deve ser mantida independentemente da estação — seja no verão ou no inverno. Neste tópico, contamos quais são as práticas mais recomendadas para evitar a água verde. Anote!

Procure não esvaziar a piscina

Antes de tudo, evite esvaziar a piscina assim que o verão acabar. Ainda hoje, muitas pessoas têm a falsa ideia de que o espaço deve ser escoado quando não estiver em uso — tanto para economizar mais, quanto para evitar que a água tenha um aspecto esverdeado. Contudo, isso não é verdade.

Uma piscina sem a quantidade adequada de água pode ter a sua estrutura seriamente danificada. Inclusive, isso pode acontecer em qualquer modelo, como nas versões de alvenaria, de fibra ou até de vinil. Saiba o que ocorre nessas situações com cada uma dessas opções.

  • Piscina de alvenaria: as paredes tendem a apresentar rachaduras e fissuras. Dependendo da gravidade, os azulejos e pastilhas também podem cair;
  • Piscina de fibra: é provável que o fundo da estrutura estufe;
  • Piscina de vinil: todo o material correrá o risco de se descolar das paredes. Como resultado, será preciso realizar uma nova instalação. Complicado!

Utilize uma capa para cobrir a sua piscina

Seguindo as nossas dicas de tratamento de piscinas no inverno, é essencial manter a área bem coberta durante os dias de frio.

Atualmente, este é o modo mais simples — e prático — de fazer com que a água fique limpa e livre de resíduos visíveis a olho nu, como folhas, galhos e até animais. Esse método também é excelente para evitar que haja desequilíbrio na composição da água em dias de chuva.

Porém, vale ressaltar que somente uma cobertura não garantirá que a água fique própria para o banho. Para ter certeza de que o local está higienizado, você precisará recorrer a outros métodos, que serão mencionados no próximo tópico.

Remova os resíduos

Obviamente, você terá que remover qualquer resíduo que aparecer na água. Esse procedimento precisará ser feito semanalmente, com a ajuda de uma peneira.

Ao longo da tarefa, lembre-se de recolher galhos, folhas, flores e insetos que possam estar presentes na superfície. Se possível, ainda é necessário esfregar bem os revestimentos e limpar as bordas.

Utilize os produtos corretos para tratar a água

Como foi dito, mesmo durante as temporadas mais frias do ano a alcalinidade e o pH da água podem sofrer algumas interferências. Por essas e outras, é essencial que os componentes de limpeza não sejam esquecidos.

Nessa época, não deixe de aplicar o cloro, bem como, os corretivos de pH. Tal cuidado deve ser realizado uma vez por semana — sempre após um teste de controle de água ser feito.

Para garantir um resultado ainda melhor, é interessante aplicar também um algicida no local. Com ele, você conseguirá minimizar as chances do aparecimento de algas, as grandes vilãs de uma piscina cristalina.

Mantenha o filtro e a bomba ligados

Não é porque está frio que a sua piscina no Rio de Janeiro deixará de ser um foco para os mosquitos transmissores de doenças, como a dengue. Por isso, é necessário fazer com que a água fique em constante movimento. Isso também impedirá o mau cheiro e o efeito esverdeado.

De todo modo, a bomba e o filtro podem ficar menos tempo ligados do que ocorre no verão. O ideal é deixá-los trabalhando por, aproximadamente, 3 horas. Não tem uma rotina flexível para ligar e desligar os equipamentos no horário certo? Nessas condições, recomendamos instalar um temporizador.

E então, com esse post completo você conseguiu entender a importância do tratamento de piscinas no inverno? Esperamos que essas informações tenham sido valiosas!

Caso precise de uma ajuda nessa empreitada, aproveite para contar com uma equipe de profissionais renomada e especializada.

Na Pool Rescue, trabalhamos com a limpeza e manutenção de áreas externas, promovendo ambientes saudáveis para os nossos clientes. Entre em contato conosco e saiba mais!