Equipamentos de piscina: (X) dicas para cuidar e aumentar a durabilidade

É possível ter um toboágua residencial? Saiba como ter um na sua piscina
agosto 11, 2021
Confira (x) ideias para você caprichar na decoração da área da piscina
agosto 27, 2021

Equipamentos de piscina: (X) dicas para cuidar e aumentar a durabilidade

Contar com equipamentos de piscina de boa qualidade é fundamental para que consiga cuidar do local da melhor forma possível, evitando a contaminação da água e a transmissão de bactérias e fungos, por exemplo. Assim, para garantir mais saúde e bem-estar para você e sua família, é preciso saber quais cuidados devem ser tomados com a manutenção desses materiais, levando a uma maior durabilidade dos equipamentos. 

Quer descobrir sete dicas para cuidar e aumentar a durabilidade dos equipamentos de piscina? Não deixe de conferir todos os tópicos que preparamos ao longo do artigo! Boa leitura!

1. Flutuador de cloro

O flutuador de cloro é um dos grandes aliados para o tratamento de piscinas. Isso porque ele ajuda a manter a água com os níveis dos produtos na medida certa por mais tempo, sem que haja necessidade de aumentar sua aplicação. 

A limpeza do flutuador de cloro é feita de forma simples. O primeiro passo é remover o equipamento da água assim que o banhista decidir entrar no local. Em seguida, você deve colocá-lo em um balde com água da própria piscina. A partir disso, conseguirá manter o clorador e a pastilha úmida, evitando o desperdício do cloro e o ressecamento do material. 

2. Mangueira flutuante

No mercado, existem vários modelos disponíveis de mangueira flutuante. Contudo, por uma questão de preço, as que são elaboradas em material de PVC são as mais populares. O grande problema é que esse produto tende a não reagir bem quando está em contato com sol e ação do cloro. Por isso, é preciso ter alguns cuidados na hora de armazenar esse equipamento.

O ideal é que, após o uso, verifique se a mangueira não tem mais água. Uma dica que pode ajudá-lo nesse processo é pendurar o material em algum local até que ele seque completamente. Feito isso, na hora de guardar, é preciso evitar espaços confinados, como também não deve enrolar a mangueira. O recomendado é que ela seja guardada esticada, livre da luz solar e da chuva.

3. Peneira cata-folhas

A peneira é um dos equipamentos de piscina mais utilizados. Apesar disso, após o uso, muitas pessoas costumam deixá-la de lado. Isso pode prejudicar o processo de purificação da água, principalmente nos lugares que tem muita vegetação, com grande volume de chuvas e excesso de poeira, fazendo a sujeira ficar acumulada com mais facilidade na superfície da piscina.

Para aumentar a durabilidade dessa peneira é preciso deixá-la em local seco e distante do sol. Além disso, antes de guardá-la, é importante lavar material com detergente neutro. Isso evita que os microrganismos, que foram retirados da água, se disseminem. 

4. Cabo telescópico

No mercado, é possível encontrar os cabos telescópicos de diversos modelos e tamanhos variados. No geral, ele costuma ser dividido em duas partes, tornando seu manuseio mais fácil. Ele é muito utilizado para passar a peneira na água, fazer escovação das bordas e paredes da piscina e para aspirar o fundo desse local. Ou seja, ele é indispensável para qualquer pessoa que vai tratar a piscina. 

Boa parte desses cabos tem um regulador de plástico em suas divisões, seja de alumínio ou PVC, que permite controlar a sua extensão na piscina. Por isso, esse material tende a ressecar com facilidade, comprometendo a estabilidade e a estrutura do produto durante o uso. 

Para evitar que isso aconteça, é necessário procurar modelos de cabos que não tem divisões. Se você não conseguir, o indicado é lavar os cabos com água corrente durante alguns segundos e, em seguida, utilizá-los. Além disso, também é preciso mantê-los em locais secos e protegidos do sol, quando não estão sendo utilizados. 

5. Aspirador de piscina 

O aspirador é um equipamento fundamental quando a água tem passado por um tratamento de choque com o decantador. Dessa forma, a sua função é retirar a sujeira acumulada no fundo da piscina, ao ser conectado em um cabo telescópico.

Para cuidar desse material, é preciso ter atenção, pois ele é composto por partes de cerâmica, plástico e cerdas em um local de difícil acesso. Por isso, na hora da limpeza, você deve lavar o aspirador com água corrente e, se possível, secar com um pano de algodão. 

6. Bomba

A bomba é o que chamamos de motor da piscina. Ela é responsável pela circulação da água, fazendo com que o processo de filtragem funcione corretamente. Por isso, é necessário que ele esteja funcionando bem para que a água esteja própria para o banho. 

A principal dica para garantir a durabilidade desse equipamento de piscina, é manter a bomba em um local fechado, longe da exposição solar e da chuva. Da mesma forma que o espaço para sucção deve ser bem ventilado, para que não haja um superaquecimento da bomba. 

Outra dica é ter atenção se a capacidade da bomba é adequada para o filtro, pois isso pode prejudicar a qualidade da água. E, não esqueça de fazer a limpeza do cesto da bomba periodicamente, além de verificar se o cabo de alimentação está preservado.  

7. Capa térmica

A capa térmica costuma ser usada em locais que têm aquecedores funcionando. Ela é responsável por reduzir o consumo de energia, pois mantém a temperatura da água adequada, especialmente durante a noite, quando há mais perda de calor, devido às baixas temperaturas e aumento dos ventos. 

Para manter a capa térmica em bom estado, o ideal é lavá-la periodicamente com ajuda de um sabão neutro e uma vassoura de pelos macios. Já o seu armazenamento deve ser longe da luz solar, para que ela não crie bolhas. Você também deve evitar arrastar a capa no chão, pois isso diminui sua vida útil.  

Entender como cuidar dos equipamentos de piscina, é fundamental para conseguir aumentar a durabilidade dos produtos, fazendo com que eles sejam realmente úteis para a manutenção da água. Portanto, não esqueça de seguir todas as dicas que elaboramos ao longo do artigo, prestando atenção aos cuidados com o flutuador de cloro, mangueira, flutuante, peneira cata-folhas, cabo telescópico, aspirador de pó, bomba e capa térmica.

Gostou das dicas que elaboramos ao longo do artigo? Então, assine a nossa newsletter e receba nossos artigos diretamente no seu e-mail!