Vai usar a piscina e não sabe como proteger a pele? Veja (x) dicas!

Hidroginástica em casa: por que você deve praticar?
outubro 15, 2020
Quanto custa uma piscina e quais os pontos considerados no valor?
outubro 21, 2020

Vai usar a piscina e não sabe como proteger a pele? Veja (x) dicas!

Tomar banho de piscina é uma ótima forma de relaxamento, além de refrescar o corpo nos dias em que a temperatura do ambiente está mais alta. Contudo, é preciso saber como proteger a pele nessas horas. Isso porque, assim como outros produtos químicos, o cloro da água pode causar algumas reações na cútis, como dermatites, coceiras, alergias, ressecamento e irritação.

Quer descobrir quais são os cuidados essenciais para quem vai utilizar a piscina e não sabe como proteger a pele? Então, confira as cinco dicas a seguir!

1. Faça a hidratação

Deixar a pele hidratada é uma das principais dicas para protegê-la da ação do cloro. Para isso, você poder usar, no banho, loções syndet, que são sabonetes sem sabão e cremes hidratantes todos os dias. Contudo, caso sua cútis já esteja ressecada, antes do banho de piscina, é preciso tomar alguns cuidados extras, como: evitar banhos demorados e não usar esponjas ou buchas.

2. Evite esfoliação na pele

Se você vai tomar banho de piscina é preciso evitar fazer a esfoliação da pele. Isso porque as pedras e sabonetes esfoliantes costumam tirar a camada natural que protege a cútis, deixando o local mais sensível a ação do cloro no corpo. O que pode fazer a pessoa adquirir bactérias e infecções na derme.

3. Passe protetor solar

Outra forma de se proteger, é usar protetor solar diariamente. Ele evita que você fique exposto à radiação ultravioleta, no qual pode causar o câncer de pele. Da mesma forma que previne o aparecimento de queimadura solar no corpo, que tende a causar muito incômodo nas pessoas, deixando epiderme ressecada, com descamação, além de acelerar o processo de envelhecimento do corpo.

4. Use produtos específicos

Para saber como proteger a pele, é preciso usar produtos que seja a base de ceramidas e lipossomos, visto que eles ajudam a proporcionar uma camada extra de proteção na pele das pessoas. Isso faz com que os efeitos do cloro sejam minimizados. Então, para obter os resultados satisfatórios, você pode usar hidratantes que tenham essas composições, logo após o banho, com a pele ainda úmida. Assim, é possível ter uma melhor absorção das substâncias.

5. Evite se enxaguar com água quente

Antes do banho de piscina, é preciso evitar procedimentos que venham a tirar a película protetora da pele, como enxaguar o corpo com água quente. Ao evitar fazer isso, é possível amenizar a agressão do cloro na cútis. Mas, quando for sair do ambiente, o mais indicado é usar água corrente, visto que ela ajudará a retirar os resíduos deste produto do corpo.

Além das dicas que apresentamos ao longo de artigo de como proteger a pele, você precisa tomar alguns cuidados em relação aos produtos químicos utilizados na piscina. Eles devem ser adquiridos em uma empresa que oferte materiais confiáveis, que cuide da qualidade da água, retirando as impurezas do local. Isso é importante para que todos tenham mais segurança e conforto na hora do lazer.

Gostou do artigo? Então, não deixe de conferir o próximo texto com dicas para diminuir os riscos de infecção no ouvido na hora de tomar banho de piscina. Boa leitura!