VISITE NOSSA LOJA VIRTUAL Loja Virtual de Piscina Loja Virtual de Piscina

Piscinas em hotéis, pousadas ou resorts nem sempre são mais um diferencial tão grande para esses espaços, pois essa opção de lazer tem se tornado cada vez mais popular no mercado hoteleiro. Por isso, se você quer conquistar a atenção dos viajantes e atrair novos hóspedes, é preciso inovar!

Para isso, existem diversas possibilidades. Você pode investir em trampolins, escorregadores, iluminação de LED, cascatas e diversas outras possibilidades que encantam os hóspedes.

Hoje, vamos trazer para você uma tendência que vem ganhando bastante força nos últimos tempos e que pode ser o diferencial para os viajantes: a piscina com chão de vidro.

Continue a leitura para conhecer as possibilidades que essa novidade oferece e saber como executar esse projeto com segurança. Confira!

Piscina com chão de vidro: uma forte tendência de mercado

Fotos de piscinas com chão de vidro vêm se multiplicando nas redes sociais e temos certeza de que você já deve ter notado isso.

Se você ainda está se perguntando se vale a pena investir nesse projeto, nossa resposta é: sim, vale. E existem bons motivos para isso!

Flexibilidade no local de instalação

Primeiro, existe a questão funcional, que conta bastante. A preparação do terreno para a instalação de uma piscina de vidro pode ser bem mais simples, pois ela pode ficar acima do nível do solo sem que isso seja um problema estético — como seria com piscinas de fibra, por exemplo.

Dessa forma, não se faz necessário escavar o local para esconder suas paredes. Além disso, ela oferece mais possibilidades de localização. Piscinas com chão e paredes de vidro instaladas em lobbies e quartos de hotel ou, ainda, ligando prédios anexos, ilustram bem essa ideia.

Assim, se suas instalações não dispõem de um espaço adequado para uma piscina convencional, você não precisará abrir mão dessa área de lazer.

Incrível, não é mesmo?

Estética diferenciada

Além das questões de ordem prática, há as relacionadas à estética, como mencionamos. As paredes e o chão de vidro oferecem bastante sofisticação e modernidade ao local.

A piscina será uma atração ainda mais interessante se você optar pela técnica de borda infinita. Esse tipo de efeito causa a ilusão de que não há paredes de sustentação — o que costuma atrair muitas pessoas, que ficam curiosas justamente pelo efeito visual de integração ao ambiente.

O vidro pode ser um recurso atraente também para uma maior integração da piscina ao espaço em seu entorno. Assim, é possível até mesmo criar a sensação de que alguns ambientes do hotel estão dentro d’água. Continue a leitura para saber como!

Vidro: segurança em um projeto de integração de ambientes

Um parque aquático moderno e bem cuidado, sem dúvidas, chama a atenção dos hóspedes — atraídos não só pela possibilidade de lazer, como também pelas fotos que podem ser tiradas. E, como as redes sociais chegaram para ficar, por que não oferecer alguns belos cenários para eles se divertirem?

Integração de ambientes

A ideia de integrar diferentes ambientes pode ser o diferencial que faltava ao seu hotel. Assim, você terá belos cenários que vão animar seus hóspedes e servir como uma bela divulgação gratuita para o seu estabelecimento, principalmente no Facebook e no Instagram.

Imagine, por exemplo, uma piscina com chão de vidro integrada ao saguão de entrada. Os recém-chegados certamente terão uma primeira impressão primorosa do local ao adentrarem e verem o teto diferente.

Ou, quem sabe, a instalação pode ser feita em alguns dos quartos na cobertura do local. Dessa forma, ela estará integrada aos ambientes internos, proporcionando belos momentos e fotos para quem estiver hospedado ali.

Mais ainda, você pode ter piscinas integradas a saunas. Assim, não só os banhistas usufruem desse efeito visual incrível, como também os frequentadores da sauna aproveitam a visão panorâmica.

Mas, com tudo isso, você pode estar pensando: como ter um artigo desses em meu hotel sem prejudicar a segurança dos frequentadores? É realmente seguro ter uma piscina acima do saguão ou de um quarto? Essas são dúvidas bastante comuns e válidas.

O vidro pode passar a sensação de ser menos seguro que estruturas de fibra, concreto ou vinil. Mas isso é apenas uma primeira impressão. Esse material é tão resistente quanto os outros, se bem instalado e com a manutenção em dia. Ou seja, nesse quesito, não há diferença na escolha entre eles.

Cuidados na execução do projeto

Para garantir um parque aquático livre de perigo, a primeira preocupação deve ser com os materiais escolhidos. Assim, o vidro utilizado na instalação deve ser temperado e laminado.

Por meio de um processo de calandragem (realizado com um equipamento denominado calandra), as lâminas de vidro temperado são prensadas em filmes de plástico polivinil burial (PVB). Em seguida, o resultado do material prensado é submetido a altas temperaturas e à pressão.

Isso garante que impactos fortes não danifiquem a estrutura da piscina. Em caso de choque, os fragmentos de vidro ficarão contidos pelo PVB no qual eles foram prensados. Dessa forma, não há risco de cacos se desprenderem e machucarem os banhistas. E, além disso, esse tipo de material é resistente também à pressão da água.

Não basta, no entanto, utilizar um material de qualidade. É preciso considerar também a espessura do vidro e as ferragens adequadas para aguentarem o volume de água contido no espaço.

Mas não pense que isso pode elevar os custos e ser um impeditivo para você ter uma piscina com chão de vidro. O custo-benefício acaba sendo superior ao das tradicionais, pois há menos necessidade de material e mão de obra durante a construção.

Manutenção

O vidro temperado prensado em PVB é um material altamente resistente e durável — o que facilita muito sua manutenção. Ainda assim, além dos cuidados rotineiros que você deve ter com qualquer piscina, é preciso estar atento às peças que fazem parte da estrutura. Caso haja desgaste, elas precisam ser trocadas.

Por isso, não deixe de fazer inspeções periódicas nas instalações, para garantir a segurança de todos. Aproveite essas inspeções para realizar uma boa limpeza nos vidros, tanto na parte interna quanto na externa. Afinal, um dos diferenciais desse tipo de piscina é justamente o aspecto visual. Portanto, o cuidado estético faz toda a diferença.

Ficou inspirado com a piscina com chão de vidro? Comente neste post como você pretende aplicar essa tendência e encantar seus hóspedes!

POSTS RELACIONADOS


Share This