VISITE NOSSA LOJA VIRTUAL Loja Virtual de Piscina Loja Virtual de Piscina

Diversos fatores causam desequilíbrio nos parâmetros químicos da água e tornam as piscinas inadequadas para banhos. Quando elas se encontram nessas condições, causam impactos negativos para a saúde dos banhistas, o maquinário e a piscina em si.

A água sem o devido tratamento prolifera micro-organismos que causam alergias e disseminam doenças. Além disso, podem ocorrer corrosões e incrustações nos encanamentos e equipamentos.

Por isso, quando a qualidade da água está comprometida é fundamental intervir com os devidos tratamentos para reequilibrá-la. E neste post trazemos algumas dicas para que você aprenda a recuperar a piscina para que ela volte a ser uma atração segura.

Acompanhe!

1. Faça a manutenção dos filtros e maquinários

As piscinas inadequadas para banhos precisam passar por um tratamento completo. Para que isso aconteça, é preciso que o maquinário funcione perfeitamente. Verifique o estado da casa de máquinas e, se necessário, faça os devidos reparos.

É fundamental fazer a limpeza do filtro e, se for preciso, a troca do elemento filtrante. Também verifique os skimmers e retire a sujeira retida neles. Assim, você poderá ligar a casa de máquinas e a água será devidamente filtrada, sem que a sujeira retorne para o tanque.

2. Elimine a sujeira

Um dos principais problemas das piscinas inadequadas para banho é a presença de sujeira suspensa. Ela pode estar flutuando na superfície ou incorporada à água, causando turbidez e aspecto de poeira, em contraste com a luz.

O ideal é utilizar uma peneira e o cabo telescópico para retirar resíduos maiores. Depois, acrescente ao tanque um decantador, mantendo a casa de máquinas desligada, pois esse produto fará a aglomeração das pequenas partículas de sujeira. Elas ficarão pesadas e sedimentarão, facilitando a retirada com o aspirador de fundo.

Esse produto não tem propriedades antimicrobianas, apenas auxilia na retirada da sujeira que tem uma micragem muito pequena para ser retida pela peneira. Trata-se, portanto, de um tratamento físico.

3. Combata as algas

A presença de algas na água altera a sua coloração e deixa as piscinas inadequadas para banhos. Mas é possível combater essas minúsculas plantas aquáticas de várias maneiras, como:

  • escovando o tanque e aplicando o decantador;
  • corrigindo os parâmetros de cloro;
  • fazendo um tratamento de choque;
  • aplicando um algicida.

O tratamento varia em função do tipo de alga e da intensidade da infestação. Se você tiver dúvidas sobre como proceder, acione uma empresa especializada para que profissionais lhe recomendem o que é melhor de acordo com as condições da piscina.

4. Corrija a alcalinidade e o pH

A alcalinidade e o pH da piscina estão diretamente relacionados, já que um influencia na correção dos parâmetros do outro. E quando ambos estão desequilibrados, os banhistas sentem desconfortos como irritação nos olhos.

Para conhecer esses dois parâmetros utilize kits de medição. Conforme o resultado obtido, deve ser feita a correção para mais ou para menos. Em seguida, é necessário, mais uma vez, fazer a medição para ter certeza de que foram alcançados os parâmetros ideais, que são de 7,0 a 7,4 para o pH e 80 a 120 ppm (partes por milhão) para a alcalinidade.

5. Aplique o cloro

E para finalizar o tratamento das piscinas inadequadas para banhos elas precisam receber a cloração de acordo com o seu volume de água. Esse produto combaterá os micro-organismos, garantindo a segurança e conforto dos banhistas.

Não se engane acreditando que colocar mais cloro do que o necessário é melhor do que manter a quantidade indicada pelo fabricante. Isso porque a água ficará desequilibrada e causará desconfortos para os banhistas, além de ser um desperdício de produto.

Quando a qualidade da água está comprometida o ideal é contratar uma empresa especializada para que ela identifique os problemas e faça as correções da forma correta. Isso garantirá a exatidão das intervenções e a eficácia dos tratamentos.

Também é interessante solicitar o serviço de manutenção para evitar que esse problema seja recorrente. Afinal, piscinas inadequadas para banho não só colocam em risco a saúde dos banhistas como também são uma propaganda negativa para o seu negócio.

Já que estamos falando sobre manutenção, leia este outro artigo e conheça alguns tratamentos preventivos para piscina e descubra qual é o melhor.

POSTS RELACIONADOS


Share This