VISITE NOSSA LOJA VIRTUAL Loja Virtual de Piscina Loja Virtual de Piscina

Todos os problemas que podem acontecer com uma piscina precisam de atenção para que ela se mantenha segura e atrativa para mergulhos. No entanto, situações relacionadas com o aspecto físico da água causam maior impacto, porque os banhistas conseguem ver que algo está errado.

A água turva ou esbranquiçada é um desses problemas que espantam as pessoas, pois a impressão que se tem é de que a piscina está totalmente suja e inapropriada. Mas é possível reverter esse problema e deixar a água cristalina outra vez ao usar o clarificante.

Neste texto vamos explicar o que é clarificante, qual é a sua função e como utilizá-lo. Continue a leitura e fique por dentro do assunto!

O que é clarificante?

O clarificante é um dos produtos utilizados para realizar o tratamento físico da piscina. Isso significa que ele não tem propriedades capazes de controlar parâmetros como pH e alcalinidade, nem combate micro-organismos.

Sua função é eliminar a sujeira da água, seja de material orgânico ou inorgânico. No entanto, ele é utilizado apenas para sujeiras em micropartículas e não para resíduos maiores, como folhas e galhos, que são retirados com a peneira.

O clarificante é utilizado quando a água da piscina está turva, esbranquiçada ou com aspecto leitoso. Essas características são indícios de que há resíduos na água, mas são tão minúsculos que se misturam a ela e, por terem uma densidade baixa, acabam ficando em suspensão, sem acumularem-se no fundo nem boiarem.

Por serem muito pequenos, o filtro não consegue retê-los e então utilizamos o clarificante para ajudar na filtração.

A função do clarificante é tornar um pouco mais densa a sujeira que deixa a água turva, reunindo essas partículas em aglomerados. Assim, o filtro consegue reter a sujeira e a água volta a ficar cristalina. Por isso o clarificante também é chamado de auxiliar de filtração.

Qual é a sua diferença para o decantador?

Quem conhece um pouco mais sobre produtos para tratamento de piscina consegue perceber que o clarificante atua nas mesmas partículas que o decantador. Sendo assim, qual é a diferença entre esses dois produtos?

O que podemos dizer é que na verdade não há diferença nenhuma entre eles, porque o clarificante e o decantador são o mesmo produto. Eles recebem nomes diferentes devido à forma como são utilizados. Para clarificar o filtro permanece ligado e para decantar a casa de máquinas é desligada para não agitar a água.

O produto é chamado de clarificante quando é utilizada uma pequena quantidade apenas para que as partículas fiquem aglutinadas e facilite a filtração. Esse tratamento mais ameno é utilizado quando a piscina somente perder sua cristalinidade e não está muito suja.

Ele é chamado de decantador quando é realizado um tratamento mais intenso, utilizando quantidades maiores do produto para que as partículas de sujeira fiquem densas a ponto de se acumularem no fundo da piscina para serem aspiradas depois de algumas horas.

Nesse caso, utilizamos o decantador para higienizar a água quando há excesso de partículas em suspensão, dando a impressão de que há uma poeira flutuando e o filtro não consegue reter.

Por que é preciso usar o clarificante?

Como dissemos, o clarificante faz parte do tratamento físico da água e não interfere em sua composição química. Assim, Ele não regula nem desregula os parâmetros da água, porém, sem ele a água pode ter sua qualidade comprometida.

Isso porque, embora o clarificante não faça um tratamento químico e desinfetante, ele elimina as partículas que desequilibram a água.

A turbidez é sinal de água suja e essa sujeira interfere no pH, na alcalinidade e ainda favorece a produção de cloraminas. Elas são um subproduto do cloro originado da reação dele com moléculas orgânicas e causam irritações nos olhos e odor na água.

A sujeira também favorece a proliferação de bactérias que podem provocar problemas de saúde nos banhistas. A água desregulada é um ótimo local para proliferação de algas, que deixam a água verde e minimizam ainda mais sua qualidade, além de prejudicarem o aspecto visual da piscina.

Por isso, é muito importante eliminar tanto os resíduos maiores como as micropartículas que deixam a água opaca. Assim, o clarificante é um produto fundamental que deve ser mantido em estoque e utilizado da forma correta para surtir o efeito desejado.

Qual é a forma certa de utilizar o clarificante?

O clarificante não é um produto difícil de ser utilizado. Basta seguir as instruções do rótulo e ficar atento a alguns detalhes para que a aplicação seja feita de forma eficiente. Veja como fazer sem erros:

1. Meça os parâmetros da água

Antes de aplicar o clarificante, meça o pH, a alcalinidade e o cloro da piscina. Quando os parâmetros estão muito desregulados o clarificante pode não fazer efeito, porque ele depende do equilíbrio químico da água para agir.

Se for preciso, corrija os parâmetros antes de fazer a aplicação, mas confira mais uma vez para ter certeza de que tudo está certo, assim evita-se o desperdício de produto e de tempo.

2. Use a quantidade ideal

Veja no rótulo do produto a quantidade indicada para o volume de água da piscina. Não use mais ou menos produtos, pois isso vai interferir no resultado do tratamento.

3. Mantenha a bomba ligada

Se a intenção é clarificar a água para facilitar a filtração, então é preciso manter o sistema ligado durante o tratamento para que ele retenha as partículas aglutinadas.

4. Dilua o produto

Para garantir a eficácia do clarificante, prefira diluí-lo em um balde com um pouco de água da piscina. Assim, ele se mistura mais facilmente à água e surte melhor efeito.

Depois da aplicação deixe o produto agir e continue com o filtro ligado por cerca de 6 horas para eliminar toda a sujeira, mas isso varia segundo o volume da piscina e a vazão do filtro. Siga as orientações do rótulo sobre a liberação da piscina após o tratamento, o que geralmente deve ser feito após 12 horas.

O ideal é utilizar o clarificante uma vez por semana, mas se depois de ela ser utilizada apresentar a água turva, o produto pode ser aplicado. Se a água estiver muito verde por causa de algas ele não deve ser aplicado, pois antes deve-se combater as algas.

Agora que você já sabe o que é clarificante e como utilizá-lo da maneira certa, com certeza a água da piscina não será mais um problema e estará sempre agradável, segura e saudável para ser aproveitada.

Gostou do artigo? Conseguimos esclarecer suas dúvidas ou ainda restou alguma? Deixe seu comentário e sua opinião!

POSTS RELACIONADOS


Share This