VISITE NOSSA LOJA VIRTUAL Loja Virtual de Piscina Loja Virtual de Piscina

É comum a preocupação crescente com a exposição a produtos químicos encontrados em alimentos, produtos de limpeza, cosméticos, piscinas e no ar, que anda cada vez mais poluído. Ao longo dos anos, todo esse contato vai causando prejuízos ao organismo, e procurar alternativas mais saudáveis é a única solução nessa situação.

Com essa ideia, surge a piscina biológica, totalmente livre de cloro e outros produtos que mantêm as piscinas comuns limpas e que podem agredir a quem usufrui dessa água.

Você deve estar se perguntando: “mas como essa piscina biológica não é afetada por insetos, parasitas e sujeira?”. E a resposta é surpreendente: a própria vegetação, que fica ao redor, se encarrega de oxigenar a água e mantê-la higienizada a ponto de as pessoas nadarem sem se preocuparem com contaminações.

À primeira vista, a aparência de lago até poderá lhe causar estranhamento. Mas saiba que esse investimento vale a pena para seu corpo, o meio ambiente e, pasmem, seu bolso! E para esclarecer tudo isso, neste post, vamos falar mais sobre essa piscina e como ela funciona. Continue a leitura!

Estrutura da piscina biológica

A primeira coisa a ser feita é entrar em contato com uma empresa para realizar o projeto. Depois, a piscina natural será dividida em duas partes:

  • Área para os banhistas, que faz lembrar as piscinas convencionais, mas com muito mais charme;
  • Área de vegetação e pedras, responsável por filtrar a água e eliminar sujeiras com microrganismos.

Essas duas partes são divididas por uma parede de retenção, segurando a vegetação por telas, para manter a circulação das duas áreas. O espaço para banho tem, em média, de 1 metro e meio a 2 metros de profundidade (a escolha da profundidade varia de acordo com a vontade e oportunidade de cada um), e as plantas aquáticas ficam de 50 a 20 cm de profundidade.

Tudo isso é planejado de acordo com critérios de geometria, topografia, vegetações (fotossíntese), pedras e isolamento com o solo.

A vegetação

As plantas aquáticas são escolhidas logo no início da criação da piscina. Basta uma consulta com algum especialista para garantir o sucesso das funções da vegetação, pois o tipo de vegetação deverá ser totalmente compatível com o clima da região em que será construída a piscina sustentável.

Para cada profundidade reservada, há determinadas espécies de plantas. Veja algumas delas que garantem a purificação da água:

  • Pontederia cordata;
  • Nuphar erectum;
  • Juncus inflexus;
  • Typha minima.

A purificação da água ocorre no momento em que microrganismos se alimentam de bactérias e materiais em decomposição e transformam tudo isso em nutrimento para as plantas.

A boa oxigenação da água fará a proteção contra a proliferação de bactérias e outros micróbios, cumprindo a mesma função do cloro usado em piscinas convencionais, mas sem nenhum tipo de agressão ao corpo.

Manutenção da piscina sustentável e alguns cuidados

A área para banhistas precisa ser aspirada pelo menos duas vezes ao mês, devido à formação de calcário e pequenos resíduos que podem acumular no fundo da piscina.

Já com as plantas, é preciso retirar folhas secas e caídas. Alguns projetos incluem um sistema de filtro, assim como nas piscinas comuns, para auxiliar na limpeza, mas isso não é algo obrigatório — e sim apenas mais uma ferramenta para ajudar na higienização do equipamento.

Para evitar que as plantas apodreçam, ou mesmo que fiquem com mau cheiro no ambiente, não construa uma piscina-lago por conta própria. Tudo relacionado à construção, como o local em que será cavado o buraco, a seleção do tipo de vegetação, pedras, local da instalação de filtro, entre outros pontos não menos importantes, deve ser calculado com precisão pela empresa contratada.

A economia que pretende ganhar ao dispensar o acompanhamento de um profissional do ramo por perto poderá resultar em maiores despesas futuramente. Lembre-se de que muitas vezes o barato sai caro.

Mas não se preocupe; a escolha do desenho, da folhagem e de pedras, por exemplo, será feita de acordo com o gosto pessoal do proprietário. Dentro do possível, todas as possibilidades serão expostas pra você determinar o que mais lhe agrada esteticamente.

Prós e contras

Contudo, é preciso estar ciente dos pontos positivos e negativos no momento de optar por ter uma linda piscina natural em sua casa. Veja:

Vantagens

  • Não há uso de produtos químicos na água;
  • Se você preferir não colocar bombas ou filtros, o gasto de energia é zero;
  • A piscina-lago ajuda na purificação do ar devido à sua vegetação;
  • Os custos de manutenção são bem menores se comparados às piscinas convencionais;
  • Colocar as telas em volta da área dos banhistas é mais barato em comparação ao acabamento de outras piscinas tradicionais;
  • Mesmo com água e aparência biológica que tem uma piscina natural, não há risco de proliferação de mosquitos, garantindo segurança de todos;
  • Para quem gosta de estar em contato com a natureza, o visual de lago e a biodiversidade agradarão e trarão maior conforto;
  • Esse investimento garante grande aumento no valor do imóvel;
  • Depois do inverno, não é preciso fazer troca de plantas; elas voltam a florescer, o que significa ainda mais economia e praticidade;
  • O tempo gasto nas manutenções é menor, permitindo mais diversão e relaxamento.

Desvantagens

  • O investimento inicial é elevado — mas, ao longo do tempo, o custo de manutenção da piscina natural será bem menor do que as convencionais;
  • Pela baixa popularidade das piscinas naturais, existem poucas empresas especializadas, e, devido à necessidade de profissionais para realizar o projeto, a locomoção para realizar a construção desse tipo de equipamento poderá encarecer o valor total;
  • Eventual presença de animais anfíbios na área da vegetação, e até mesmo na área de banhistas, mas nada que mereça preocupação, afinal eles fazem parte da biodiversidade e eliminam algas e mosquitos.

As vantagens são bem maiores do que as desvantagens, é claro. E não restam dúvidas de que investir em uma piscina biológica fará um bem enorme a todos que forem usufruir de suas águas, sem correr o risco de serem intoxicados ou agredidos pela química muito usada em piscinas comuns.

Além disso, aderindo a essa novidade, sua casa ficará com uma área externa totalmente renovada e charmosa.

Compartilhe este post com seus amigos nas redes sociais e veja o que eles acham sobre o assunto! Até a próxima!

Powered by Rock Convert

POSTS RELACIONADOS


Share This