VISITE NOSSA LOJA VIRTUAL Loja Virtual de Piscina Loja Virtual de Piscina

Não há nada mais atrativo em um dia de sol e calor do que uma piscina com água cristalina, pronta para um mergulho. Mas quando a encontramos turva e opaca ou esbranquiçada, a surpresa é desagradável e acaba com qualquer animação.

Quando isso acontece, é hora de colocar em ação o decantador de piscina, que vai ajudar a reverter o problema e deixar a água apropriada aos mergulhos de novo.

Hoje, nós vamos falar sobre esse produto indispensável a quem tem uma piscina para cuidar e explicar como ele atua, a forma certa de utilizá-lo e outras informações que vão esclarecer detalhes importantes. Continue lendo nosso artigo!

O que é um decantador de piscina?

O decantador é um produto utilizado como parte do tratamento físico da água. Ou seja, ele não tem ação antimicrobiana ou algicida, mas sim reage com partículas sólidas que estejam em suspensão na água.

Para eliminar resíduos maiores, como folhas, insetos, flores e galhos, utilizamos a peneira de modo a “pescar” a sujeira flutuante. Porém, nem todo material sólido pode ser retirado dessa forma.

Partículas de poeira, terra, material orgânico, entre outros podem ter dimensões minúsculas e a peneira não consegue retê-las em razão do seu tamanho. Para conseguirmos eliminá-las da água é preciso utilizar o decantador.

Como o decantador funciona?

Quando as partículas de sujeira presentes na água são muito pequenas, elas não se acumulam no fundo ou ficam boiando. Nesse caso, elas se misturam às de água e ficam em suspensão, modificando sua coloração e aspecto.

O decantador atua causando uma reação química que faz com que essas partículas minúsculas fiquem agrupadas. Ele separa o material sólido do líquido e faz com que as partículas fiquem densas e acabem se acumulando no fundo da piscina.

Isso facilita sua retirada com o aspirador de fundo, eliminando toda a sujeira e fazendo com que ela volte a ficar cristalina, sem aquele aspecto de poeira flutuando.

Para quais casos ele é indicado?

O decantador de piscina é indicado quando a água estiver turva, parecendo que há uma poeirinha que fica misturada a ela e que não afunda nem flutua. Essa poeira fica ainda mais visível quando os raios de sol incidem sobre ela, e muitas vezes podemos ver perfeitamente as partículas dispersas. Também é indicado quando nota-se coloração esbranquiçada ou aspecto leitoso, o que também indica que há presença de partículas de sujeira misturadas à agua.

No entanto, o decantador não é indicado a todos os fins e em alguns casos ele não surtirá o efeito desejado. Uma dessas situações é quando a água está muito verde em razão da formação de algas. Quando há excesso delas na água, a reação entre esses organismos e o decantador pode piorar a situação, como vamos explicar a seguir.

O que pode interferir na ação do produto?

Como qualquer investimento, os produtos para tratamento da piscina não podem ser desperdiçados. Por isso, é importante saber exatamente para quais casos cada um deles é indicado, e também conhecer os fatores que podem inibir sua ação. Isso vai ajudar a primeiramente corrigir aquilo que precisa ser corrigido, e também tomar medidas que favoreçam a ação do produto, evitando que o procedimento não dê certo.

No caso do decantador, há três situações principais que podem fazer com que ele perca o seu efeito. Ou seja, se não forem evitadas, você vai utilizar o produto e sua piscina continuará com o mesmo aspecto, ou até pior do que antes.

As situações que podem interferir na ação do decantador são:

Excesso de algas

Como dissemos, excesso de algas e decantador é uma combinação que não dá certo. Se ela estiver muito verde por causa das plantinhas quando o produto for aplicado, o resultado será, provavelmente, uma camada de material verde e cheio de bolhas flutuando.

Isso acontece porque na respiração e fotossíntese esse micro-organismos liberam gases, que ficam presos nos grupamentos de partículas e formam bolhas. Por serem menos densas do que a água, as bolhas flutuam e levam consigo a sujeira.

Assim, forma-se essa nata lodosa na superfície, e se você quer evitar esse problema, é preciso combater as algas antes de aplicar o decantador. Com esse fim, utilizamos um algicida ou fazemos um tratamento de choque com supercloração.

Bomba ligada

Para que o decantador faça efeito, a água deve estar parada. Se a bomba for mantida ligada durante o processo, ela ficará agitada, as partículas não vão se acumular no fundo, e o decantador não fará efeito.

Parâmetros desregulados

O efeito positivo do decantador também depende dos parâmetros da água da piscina. Se o pH, a alcalinidade e o cloro estiverem desregulados demais, é muito provável que o produto não funcione. Por isso, recomenda-se que antes seja feita a medição dos três e sua correção, caso seja necessário.

Além desses três fatores, esteja atento também à validade do produto e armazene conforme indicado pelo fabricante.

Como utilizar o decantador de piscina?

Agora que você já sabe como o decantador atua, em quais casos é indicado e em quais situações pode ter seu efeito anulado, que tal aprender o jeito certo de utilizá-lo em um passo a passo simples?

Veja a seguir como aplicá-lo de modo a garantir o máximo de sua ação:

  1. Peneiração: retire da água todos os resíduos que a peneira conseguir reter.
  2. Medição de parâmetros: faça a medição dos parâmetros de pH, alcalinidade e cloro, e corrija-os se necessário.
  3. Escovação: escove toda as paredes e fundo com a bomba ligada com o objetivo de eliminar a sujeira incrustada. Depois de terminada, desligue as máquinas.
  4. Aplicação: veja no rótulo do produto a quantidade indicada para o volume da piscina. Misture o decantador em um pouco de água e jogue nela com a filtração ligado em recirculação. Recircule por 5 a 10 minutos e depois desligue a bomba do filtro.
  5. Repouso: deixe o produto agir por cerca de 12 horas. É interessante fazer esse processo ao entardecer e deixar agindo durante a noite.
  6. Aspiração: depois de passado o tempo de repouso, aspire o fundo da piscina com cuidado de forma a eliminar os resíduos.

Meça mais uma vez os parâmetros da água antes de liberá-la para o uso. Também evite utilizar sulfato de alumínio, porque ele desregula o pH da água.

O decantador de piscina é um produto que precisa fazer parte de qualquer arsenal de manutenção de rotina da piscina. Geralmente, é utilizado uma vez por semana, mas sempre que notar que a água precisa dessa atenção, faça a decantação de forma a evitar que fique muito suja.

Você pode aprender ainda mais sobre cuidados com a piscina para mantê-la sempre com a água saudável a atrativa aos banhistas, é só seguir nossas redes sociais! Estamos no Facebook e no Google+.

Powered by Rock Convert

POSTS RELACIONADOS


Share This