VISITE NOSSA LOJA VIRTUAL Loja Virtual de Piscina Loja Virtual de Piscina

Basta um feixe de luz para dar cor e visibilidade em qualquer ambiente. Não sendo à toa, que ela é um dos principais aspectos de estilos decorativos clássicos e contemporâneos, até mesmo, na composição de áreas externas, como é o caso da iluminação subaquática para tornar sua piscina ainda mais personalizada.

E, se você também se encanta com as possibilidades que emergem com um jogo de luz, este post vai ser de grande auxílio. Isso porque, ao longo das próximas linhas, vamos explorar 4 dicas para trazer funcionalidade e elegância à piscina com a iluminação subaquática. Além disso, também apontaremos algumas orientações para tornar o projeto harmônico. Confira!

1. Spot de LED

Normalmente, são instalados nas paredes da piscina e com o principal objetivo de iluminar o ambiente. Outro ponto positivo do LED é que suas lâmpadas não liberam calor, trazendo mais segurança aos banhistas desavisados.

Vale apontar também que, da mesma maneira que ocorrem com as lâmpadas de LED usadas em casa, os modelos instalados na iluminação subaquática também duram muitos anos. Isso se reflete em mais economia e menos atenção com a manutenção do material.

2. Fibra ótica

Além de útil para iluminar os banhos de piscina noturnos, a iluminação subaquática tem apelo estético. Por isso, com a fibra ótica é possível dar mais cores à decoração, com modelos que deixam os feixes de luz na cor desejada.

Para isso, basta fazer uma composição harmônica, que combine bem com a decoração externa e também com as cores de sua área de lazer. Lembre-se, no entanto, que a iluminação subaquática é um elemento funcional, ajudando a orientar os banhistas, por isso, não foque exclusivamente em tons muito escuros.

3. Flutuadores

Muito utilizados em piscinas já prontas, os flutuadores são portáteis e colocados na superfície da água. Assim, os acessórios navegam por toda a extensão da área de lazer, iluminando com delicadeza e muito charme.

Além disso, são personalizáveis e muito práticos. Com bateria, os usuários só precisam dar uma carga completa para contar com uma boa iluminação pontual por cerca de 12 horas.

4. Refletores

Muito similar aos spots de LED, o refletor também se destaca por ser um dos modelos mais convencionais do mercado. Instalado nas paredes da piscina, com modelos dicroicos de 50 Watts, normalmente, esse estilo de iluminação subaquática preza bastante pelo poder de luz.

Por fim, selecionamos algumas ideias interessantes para você planejar bem o seu projeto de iluminação subaquática. Veja só!

  • evite posicionar a iluminação onde os banhistas ficarão de frente para o acessório, pois a luz direta pode causar desconforto nas pessoas;
  • considere o tamanho de sua piscina ao planejar a iluminação subaquática, considerando que ela não deve ficar excessivamente iluminada e, tampouco, com baixa intensidade;
  • avalie também o design do tanque, sendo possível valorizar a iluminação de acordo com o formato da piscina;
  • a cor do revestimento da piscina interfere na intensidade das luzes. Tons claros refletem a luz facilmente, por isso, procure gerar equilíbrio com esses dois elementos.

Com isso, sua iluminação subaquática tem tudo para ser um projeto harmônico entre o funcional e o elegante. Agora, para que você tenha ainda mais informações relevantes para a sua decisão, baixe gratuitamente o nosso guia de iluminação de piscinas!

Powered by Rock Convert

POSTS RELACIONADOS


Share This