VISITE NOSSA LOJA VIRTUAL Loja Virtual de Piscina Loja Virtual de Piscina

Uma ótima opção para reunir a família e os amigos é passar momentos divertidos com brincadeiras na piscina. Essa pode ser a chance que os pais têm de buscar mais proximidade com seus filhos, criar vínculos de confiança e, ainda, colecionar boas recordações.

A infância passa rapidamente e, por isso, é importante valorizar o tempo ao lado das crianças. Elas recordarão intensamente das boas risadas e de todos os momentos divertidos. Quando adultas, saberão que os pais estiveram presentes ao seu lado.

Então, que tal conhecer algumas ideias inspiradoras de brincadeiras de piscina para todos se divertirem juntos? Confira a nossa seleção e bote a criatividade em prática junto aos pequenos.

1. Passa a bola

Para essa brincadeira, é interessante ter um grupo grande de crianças, já que elas se dividirão em dois times. Cada equipe deve ficar em fila e segurar a própria bola. O primeiro jogador passará a bola, por entre as pernas, para o de trás. Ao receber o objeto, ele o passará para o terceiro, mas por cima da cabeça, revezando o movimento.

As equipes alternarão a sequência até chegar ao último, que nadará até o começo da fila e voltará a passar a bola. O jogo se repete até que o primeiro jogador volte a ocupar a posição original. Vence o time que terminar primeiro.

Com essa atividade, as crianças treinarão o trabalho em equipe, a coordenação motora, o nado e a concentração.

2. Marco Polo

Essa é uma das brincadeiras de piscina mais tradicionais. É preciso escolher ou tirar na sorte quem será o “caçador”, que terá os olhos vendados e deverá ir atrás dos outros jogadores. Para saber onde procurar, ele gritará “Marco”, e os outros devem responder “Polo”. Vira o “caçador” aquele que for pego primeiro. No jogo, as crianças treinarão a agilidade na água, o nado e o equilíbrio.

3. Caça ao tesouro

Junte diversos objetos seguros e que afundem na água. Jogue-os na piscina e conte determinado tempo. As crianças deverão mergulhar para reunir os objetos um de cada vez e colocá-los dentro de um balde ou na borda da piscina. Ao final do tempo, quem juntar mais tesouros vence.

Uma variação dessa brincadeira é utilizar apenas um objeto que se camufle ao fundo da piscina. Quem conseguir encontrar o tesouro ganha a brincadeira, mas os jogadores não podem ver onde o objeto foi lançado. Aqui, as crianças treinarão a respiração, o fôlego, o mergulho e o nado.

4. Esponjas molhadas

Para fazer essa brincadeira de piscina, são necessárias duas esponjas e duas bacias ou baldes. É possível jogar com times ou individualmente. A criança deverá nadar de uma extremidade da piscina até a outra, onde foi colocada a bacia. Então, deve torcer a água da esponja. Ela volta ao começo e retorna até encher o balde.

Em uma variação da brincadeira, utilize um balde em cada ponta para cada criança e, ao final de determinado tempo, quem juntar mais água terá vencido. Coloque uma marcação com fita colorida na bacia para que o nível de água atingido fique mais visível. A respiração, o nado, a força muscular e a resistência são estimulados com a atividade.

5. Travessia maluca

A travessia maluca é uma brincadeira de piscina que exige muito fôlego da garotada. Para jogar, reúna os jogadores e determine um percurso que deverá ser completado por eles. Esse trajeto pode ser atravessar a piscina nadando em estilos variados, dar voltas nela, pegar um objeto no fundo, entre outras tarefas. Quem cumprir todas as etapas em menos tempo ganha a competição.

O desafio é uma espécie de gincana na água. Com ele, as crianças treinarão o nado, a respiração, a agilidade, a memória e a concentração.

6. Caça aos números

Essa brincadeira é excelente para ajudar os pequenos a aprender matemática. Você só vai precisar de alguns números em EVA, que podem ser comprados ou feitos em casa.

Os itens serão jogados na piscina e as crianças ficarão dentro dela também. Então, é proposta uma operação matemática simples (multiplicação, divisão, adição ou subtração). Quem trouxer primeiro os números que formam a resposta certa marca ponto.

A brincadeira pode ser feita em duplas para facilitar a resolução da continha e também da busca pelos números. Com o jogo, as crianças treinarão o raciocínio lógico, a agilidade e o nado.

7. Passa no túnel

Essa brincadeira funcionada como um pega-pega na água e, para ser mais divertida, precisará de um grupo maior. Funciona assim: quem for tocado pelo caçador, deverá ficar parado e manter as pernas afastadas. Para voltar a participar da brincadeira, um dos outros jogadores precisará mergulhar e passar por debaixo dele, entre suas pernas.

Vale ressaltar que o jogo pode não ter fim. Então, estipule algumas regras, como a definição de um tempo para ser caçador ou a troca de caçadores quando alguém for pego determinado número de vezes. Enquanto jogam, as crianças treinarão a agilidade, o mergulho, o nado e a respiração.

8. Corrida com boias

Essa é uma brincadeira simples e muito divertida que todos vão adorar. Podem participar quantas crianças couberem na extremidade da piscina. Cada uma deverá ter a sua boia, daquelas grandes, e precisará remar com as mãos para chegar à outra extremidade. Quem chegar primeiro vence. Técnicas de agilidade serão incentivadas.

9. Moedas

Essa é uma mistura de caça ao tesouro e caça aos números. Você precisará de algumas moedas de valores variados, que serão jogadas no fundo da piscina.

Ao ser dada a largada, as crianças deverão mergulhar e recolher as moedas em alguns segundos — esse tempo deverá ser decidido juntamente aos jogadores. Quando o período terminar, todos deverão voltar à superfície, sendo feita a contagem do valor recolhido. Quem tiver mais dinheiro vence. Os pequenos treinarão a respiração, o mergulho, o raciocínio lógico e a agilidade.

10. Quem se veste mais rápido?

Essa é uma daquelas brincadeiras de piscina que rendem muitas risadas e os adultos também adoram. O número de competidores não importa.

Camisetas para todos os jogadores deverão ser jogadas na piscina. Quando for dado o sinal, quem conseguir vestir primeiro a peça encharcada vence. Não vale torcer a roupa, tem que ser molhada mesmo!

Uma variação é formar dois times e dividir os jogadores em cada extremidade. O primeiro veste a camisa e nada até o outro lado. Lá, ele tira a camisa e passa para o companheiro, que deverá vestir e nadar para a extremidade oposta. Vence o time que terminar primeiro a travessia de todos os jogadores. Nesse jogo, as crianças treinarão o nado, a agilidade e o trabalho em equipe.

11. Redemoinho

Quem tem piscina rasa, aquelas infantis mesmo, pode fazer um redemoinho com a água. É simples: dentro da água, basta correr em círculo, em uma direção, para que ela se movimente bastante e forme pequenas ondas. Depois de algum tempo, aproveite o redemoinho para boiar e relaxar. É uma delícia!

12. Elefante colorido

Essa é clássica fora da água, mas também pode ser feita dentro dela. Funciona assim: os participantes se reúnem em uma extremidade da piscina e o “pegador” vai para o outro lado. Então, algumas perguntas são necessárias.

— “Elefante colorido! Podemos passar?”, gritam os participantes.

— “Somente se tiver uma cor”, responde o pegador.

— “Que cor?”, o grupo pergunta.

O participante escolhe a cor e pode atravessar a piscina tranquilamente quem a tiver na roupa de banho. O restante precisa passar sem ser pego. Aquele que for encostado pelo pegador, troca de lugar com ele e a brincadeira continua. As crianças treinam o nado e a atenção.

13. Vôlei aquático

Também conhecido com biribol, o vôlei aquático é praticado por duas ou mais pessoas e requer uma rede e uma bola. Os dois times se colocam em lados opostos da piscina e começam a jogar como uma partida de vôlei normal, mas não podem deixar a bola tocar na água. Quando isso acontece, a equipe adversária ganha um ponto.

Antes de começar, estabeleça o número máximo de pontos. Assim, o time vencedor será aquele que alcançá-lo primeiro. O desafio desenvolve o espírito de equipe nos jovens.

14. Choca o ovo

Essa é uma brincadeira muito divertida! Para jogá-la, é necessária uma dúzia de balões cheios, que será colocada de um lado da piscina. Os participantes ficam no lado oposto e, assim que o juiz autorizar (pode-se contar até três ou usar um apito), eles precisam nadar até os balões.

Então, o desafio é sentar nos balões, afundando-os. O vencedor será aquele que mantiver o maior número de balões embaixo de si por meio minuto cronometrado pelo juiz. Atenção: vale “roubar” os balões dos adversários. Enquanto jogam, as crianças treinam o nado e o equilíbrio.

15. Pega rabo

Para brincar, recorte tiras de plástico colorido (pode ser saco de lixo). Todos devem prendê-los nas sungas ou biquínis, como se fossem rabinhos. Então, o grupo conta até três e, ao final da contagem, o pegador deve tentar puxar os rabos dos demais participantes. Quem perder o objeto será o novo pegador. O desafio é ótimo para desenvolver o nado e a agilidade.

Para que as brincadeiras de piscina sejam seguras:

  • devem ser supervisionadas por um adulto a uma distância de um palmo;
  • crianças que não sabem nadar devem usar coletes salva-vidas o tempo todo em que estiverem na piscina;
  • antes das brincadeiras, verifique os parâmetros da água e, se necessário, corrija;
  • use protetor solar, mesmo em dias nublados;
  • evite horários de maior radiação solar (entre 11 e 14 horas);
  • evite brincadeiras que exijam sair da piscina para evitar quedas;
  • evite brincadeiras de mergulho, porque a empolgação pode causar acidentes;
  • beba bastante água;
  • não permita brincadeiras que possam machucar, como empurrões.

As brincadeiras de piscina são divertidas e toda a família pode participar. Com os devidos cuidados para manter a qualidade da água e também preservar a segurança das crianças, esses momentos têm tudo para se tornar inesquecíveis.

Gostou destas dicas criativas e estimulantes? Então, siga-nos nas nossas redes sociais. ​ Estamos no Facebook e no Google Plus.

Powered by Rock Convert

POSTS RELACIONADOS


Share This